Vídeo instalação inspirado em Bosch abre no Museo del Prado

© Divulgação

Em Madrid, o Museo del Prado apresentou um novo vídeo instalação imersivo que tenta permitir que os visitantes entrem para o mundo surreal de Hieronymus Bosch em sua pintura “O Jardim das Delícias”.

Veja matéria de capa sobre o artista na edição 49 da Dasartes Clicando aqui

Em “Infinite Garden”, exposição aberta até 02 de outubro, o artista Álvaro Perdices juntou-se com o cineasta Andrés Sanz para criar um vídeo de 18 canais com “figuras, criaturas e organismos” da obra mais famosa de Bosch, que tem estado nas coleções do Prado desde 1939.

No entanto, ao invés de tentar recriar o tríptico original em forma de vídeo, Perdices e Sanz tiveram uma abordagem mais moderna: um mash-up ou colagem digital, com os habitantes surreais das pinturas “Paraíso Terrestre”, “Jardim das Delícias”, e “Hell” se misturando nas telas. Como o museu explicou em um comunicado, “Infinite Garden disseca, rompe-se e remonta detalhes de vários mundos pictóricos das pinturas, gerando um espaço totalmente sensorial que por sua vez é envolto em uma trilha sonora com elementos tridimensionais.”

Este espaço foi criado para dispor as telas numa configuração em espiral, semelhante a telas preenchendo ambos os lados das paredes da instalação – talvez se espelhando ao original de Bosch, que como um altar foi pintado sobre ambos os lados. Em qualquer momento, o foco está em um detalhe diferente do original; as diferenças variam de números inteiros e cenas de close-ups extremos dos olhos e expressões.

Visto como um todo, este é um trabalho que não só permite que os visitantes possam compreender melhor a esmagadora “Jardim das Delícias” através de seus detalhes, mas também cria um Jardim inteiramente novo.

6_272

Compartilhar: