Uma pintura roubada de uma igreja belga pode ter sido de Michelangelo

Ladrões entraram em uma igreja belga na sexta-feira e roubaram uma obra de arte que o pastor acreditava ter sido feita pelo grande renascentista Michelangelo. Embora a pintura de painéis de madeira esteja na paróquia há anos, seu potencial status de Old Masters só foi identificado recentemente, tornando provável que os ladrões suspeitassem que era de fato um Michelangelo autêntico.


O ex-senador belga Etienne Cooreman, um paroquiano de Sint-Ludgerus em Zele – uma cidade a 45 quilômetros ao norte de Bruxelas – doou o trabalho para a igreja há 16 anos. Jan van Raemdonck, o pastor da igreja, notou que um esboço conhecido de Michelangelo apresenta exatamente a mesma composição da Sagrada Família que a pintura.

O desenho de Michelangelo por volta de 1538 mostra um bebê Jesus dormindo no colo de Maria, enquanto José e João Batista observam-no. É da Coleção Portland , acumulada ao longo dos séculos pela aristocrática família britânica Cavendish-Bentinck. A coleção abriu uma galeria pública há três anos, colocando em exposição a peça raramente exibida, intitulada Madonna del Silenzio .

Van Raemdonck compartilhou sua teoria com apenas algumas pessoas e fez arranjos para que a especialista em Michelangelo, Maria Forcellino, examinasse a pintura.

“Eu não falei sobre minhas suspeitas sobre a pintura na igreja”, disse Van Raemdonck. “Eu queria esperar pelos especialistas e se eles dissessem que era um Michelangelo eu teria melhorado a segurança do prédio. Eu só contei a alguns familiares, amigos e ao conselho da igreja. Contei para cerca de 20 pessoas e nunca em público”.

A pintura foi descoberta desaparecida na manhã de sexta-feira, quando duas mulheres arrumando flores notaram que o trabalho de 220 libras não estava pendurado em seu local habitual acima do altar. Nada mais foi tirado da igreja.

Diz-se que uma testemunha viu um rapaz fora da igreja na sexta-feira de manhã vestindo roupas escuras e um moletom. A igreja não tinha alarmes, e uma porta lateral foi encontrada aberta pela manhã.

Se o trabalho realmente for de Michelangelo, Van Raemdonck estima que pode valer até US$ 144,8 milhões. Seria o único trabalho do artista na Bélgica.

Outra versão da mesma composição reside na coleção da National Gallery de Londres, onde é atribuída a Marcello Venusti após Michelangelo. Há pelo menos dois outros exemplares conhecidos de Venusti, nas coleções da Alte Pinakothek em Munique, e do Kunsthistorisches Museum em Viena.

Compartilhar:
Notícias - 25/10/2018

Marc Quinn vai coletar duas toneladas de sangue de refugiados para nova obra de arte

O artista britânico Marc Quinn pretende extrair sangue de pelo menos 5 mil pessoas para sua nova instalação, a “Odyssey”, …

Notícias - 07/03/2018

Phillips anuncia destaques do maior leilão de Londres na história da empresa

A noite de vendas de arte do século 20 e Arte Contemporânea da Phillips, em Londres, está pronta para tornar-se …

Notícias - 29/06/2017

Museu promove encontro de pessoas caracterizadas de Frida Kahlo para quebrar recorde no Guinnes Book

Ao longo dos anos, os texanos do norte estabeleceram Guinness World Records para Most Shredding in a Day (desde que …

Notícias - 01/12/2015

Cosac Naify anuncia o fim de suas atividades

Com quase 20 anos de mercado e mais de 1.600 títulos no catálogo, a editora Cosac Naify teve seu fim …

Notícias - 19/10/2017

Chapel Art Show comemora 50 anos e homenageia German Lorca

O Chapel Art Show comemora 50 anos de história traduzindo a trajetória da arte brasileira por meio de obras como …

Notícias - 10/02/2015

AutoCad | Tantão+Chelpa Ferro na Arthur Fidalgo Galeria.

O multiartista Tantão, figura conhecida na cena underground carioca desde os anos 80 quando fazia parte da banda Black Future, …

Notícias - 12/06/2018

Residência Kaaysá pela artista Veridiana Leite

A convite da Galeria Rabieh e da Kaaysá Art Residency, a Dasartes esteve presente na residência Kaaysá Art, um espaço …

Notícias - 24/01/2019

Gerhard Richter sente-se "abusado" pela indicação ao Oscar e midia internacional reprova filme

O filme baseado na vida de Richter, Never Look Away, foi indicado para dois Oscars, melhor filme em língua estrangeira …

Notas - 07/01/2016

Chega ao Instituto Moreira Salles o acervo do fotógrafo mineiro Chichico Alkmim

O Instituto Moreira Salles acaba de receber, em comodato, a obra do fotógrafo mineiro Francisco Augusto Alkmim (1886-1978), conhecido como …

Notícias - 02/10/2015

II Bienal do Sertão leva a arte contemporânea às margens do Rio São Francisco

Iniciou no dia 1 de outubro a II Bienal do Sertão de Artes Visuais com o tema “Entre abusos e …

Notícias - 08/03/2018

Em São Francisco, escultura é removida por incitar racismo a nativos americanos

O monumento mostra Sir Francis Drake e Junípero Serra dominando um homem nativo americano.

Funcionários em São Francisco decidiram remover um …

Notícias - 20/01/2016

Arte de rua sem rua

Que passeia pelos rios ao redor de Belém, na região da ilha de Combu, vai se deparar com cores que …