Um novo Cais para Nino, na Casa Triângulo

© Divulgação

A Casa Triângulo que recentemente reinaugurou em novo endereço na capital paulista em uma simpática e arborizada esquina dos Jardins, participa de 23 a 26 de março da ArtBasel Hong Kong 2016 e também apresenta seu novo artista representado, o paulistano Nino Cais.

A obra de Nino Cais é possivelmente das mais diversificadas da arte contemporânea brasileira, não apenas em termos de materiais utilizados, – desde fotos, desenhos e colagens até esculturas, vídeos e vestimentas – mas também pela vasta abrangência de discursos poéticos e narrativos. Sua estética é singular e rica em detalhes de formas, cores e texturas, criando um universo intermediário entre o mundo cotidiano, o qual fornece a matéria-prima para os trabalhos, e um ambiente fantasioso e lúdico por natureza, com suas raízes fictícias na literatura, no teatro e nas artes plásticas. O artista se apropria de objetos comuns e lhes dá novo sentido em outro contexto, como um alquimista que reapresenta elementos com uma nova configuração. Nino Cais corta, cola, costura, desenha, está dentro e fora da obra, é personagem e autor, seus trabalhos se manifestam num tempo e espaço suspenso, reconhecível porém pouco explorado pelo espectador, tão perto e tão longe ao mesmo tempo que sua estranheza é acolhedora.

Saiba mais sobre a obra do artista na próxima edição nº 47 em Abril da revista Dasartes Digital disponível em APP para Android na Play Store, ISSUU e em nosso site para leitura e download.

Nino Cais nasceu em 1969, vive e trabalha em São Paulo.

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS SELECIONADAS:

A conquista da lua, Central Galeria, São Paulo, Brasil;Remanentes, Gachi Prieto Gallery, curadoria de Francisco Medall, Buenos Aires, Argentina [2015]; Um Cais Para Nino: A imagem na imagem, Paço das Artes, São Paulo, Brasil; Um Toque Surreal, Sesc Santo André, Santo André, Brasil; Ser, desvanecer e reaparecer em outro lugar, Oficina Cultural Oswald de Andrade, São Paulo, Brasil [2014]; Pitoresca Viagem Pitoresca, Galeria Oscar Cruz, São Paulo, Brasil [2011]; Temporada de Projetos, Paço das Artes, São Paulo, Brasil [2010]; Décor, Galeria Virgílio, São Paulo, Brasil; Museu de Arte de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, Brasil [2009]; Nino Cais, Galeria Virgílio, São Paulo, Brasil [2006]; II Mostra do Programa de Exposições, Centro Cultural São Paulo, São Paulo, Brasil [2005]; Corpo e Caminho, FUNARTE, São Paulo, Brasil [2002]

EXPOSIÇÕES COLETIVAS SELECIONADAS:

Ficções, Caixa Cultural do Rio de Janeiro, curadoria de Daniela Name, Rio de Janeiro, Brasil [2015]; Made by… Feito por Brasileiros, Cidade Matarazzo, curadoria de [curated by] Marc Pottier, São Paulo, Brasil; 3ª Bienal da Bahia: É Tudo Nordeste?, Museu Imaginário do Nordeste, Salvador, Brasil [2014]; Para Além do Arquivo, Centro Cultural do Banco do Nordeste, curadoria de [curated by] Cauê Alves e Priscila Arantes, Fortaleza, Brasil; É preciso confrontar imagens vagas com os gestos claros, Oficina Cultural Oswald de Andrade, curadoria de [curated by] Paulo Miyada, São Paulo, Brasil [2013] 30ª Bienal Internacional de São Paulo: a iminência das poeticas, Fundação Bienal, São Paulo, Brasil; Espelho refletido, Museu Hélio Oiticica, Rio de Janeiro, Brasil; Os primeiros 10 anos, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, Brasil [2012]; Jogos de Guerra, Caixa Cultural, Rio de Janeiro, Brasil [2011]; Jogos de guerra, Memorial da America Latina, São Paulo, Brasil; Manipulated Image #13:Absence||Presence, Center For Contemporary Arts, Santa Fe, USA; Trilhas do Desejo – Rumos Visuais, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil; Arte Pará, Casa das 11 Janelas, Belém, Brasil; Corpoinstalação, SESC Pompéia, São Paulo, Brasil; Entre Margens, Oi Futuro, Rio de Janeiro, Brasil; Rumos Visuais, Itaucultural, São Paulo, Brasil [2010]; Fototeca Juan Malpica Mimendi, Veracruz, Mexico [2008]; Fundação Nacional de Arte [FUNARTE], São Paulo, Brasil; Por um Fio, curadoria de [curated by] Daniela Bousso, Paço das Artes, São Paulo, Brasil; 2Textile 07 (Bienal de Arte de Kaunas) – Kaunas, Lituânia [2007]; Programa de exposições CCSP, Centro Cultural São Paulo, Brasil [2005].

COLEÇÕES PÚBLICAS:

Museu Nacional do Distrito Federal, Brasília, Brasil; Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil; Acervo SESC de Arte Brasileira, São Paulo, Brasil; Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, Brasil; Museu de Arte de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, Brasil; Centro Cultural Banco do Nordeste, Fortaleza, Brasil; Palácio das Artes, Praia Grande, Brasil; Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil; Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo, Brasil

Compartilhar: