Rara pintura de Hitler é doada ao Instituto Holandês de Guerra

O Instituto Nacional Holandês que abriga documentação de guerra disse esta semana que receberam uma doação de uma pintura aquarela de Adolf Hitler, que se acredita ser a única na Holanda.
A aquarela – uma técnica de pintura com finas pinceladas transparentes – que descrevia uma torre em Viena foi doada ao instituto NIOD, de Amesterdão, por uma mulher cuja identidade não foi revelada, acrescentou o jornal esquerdista De Volkskrant.

“A mulher não queria a pintura em sua casa e duas casas de leilões holandeses se recusaram a colocá-la à venda”, disse o jornal.

A obra foi doada no início deste ano para o NIOD, o instituto foi originalmente criado logo após a Segunda Guerra Mundial para criar um arquivo nacional de documentos relacionados com a ocupação nazista dos Países Baixos de 1940-1945.

O pai da mulher não identificada originalmente comprou a pintura em um mercado de selos e moedas “por 75 centavos e só percebeu quando chegou em casa que foi assinado por” A. Hitler “, disse o jornal.

“Depois de meses de seguir um processo de autenticação, a conclusão é: é um original da mão de Adolf Hitler”, disse a NIOD em um comunicado.

“Entre 1909 e 1913, Hitler ganhou a vida vendendo cartões postais pintados”, acrescentou, dizendo que o jovem ditador calculou entre 2.000 e 3.000 cartas, das quais cerca de 800 eram conhecidas hoje.

Ao tomar posse da pintura, a NIOD impediu que ela entrasse no mercado aberto, disse o diretor Frank van Vree.

“Eu não quero parecer paternalista, mas é bom que esse tipo de coisa não seja vendido em um leilão que contenha a parafernália nazista”, disse ele a De Volkskrant.

A Holanda foi ocupada por cerca de cinco anos pelos nazistas, que levaram a cabo um reinado de terror, incluindo deportar mais de 100 mil judeus para campos de extermínio como Auschwitz e Sobibor onde foram assassinados.

As vítimas incluíram o australiano mundialmente famoso Anne Frank e a maioria de sua família.

A maioria das obras de arte de Hitler está agora em coleções privadas na Áustria, Grã-Bretanha, Alemanha e Estados Unidos, e o Exército dos EUA que ainda possui quatro obras que confiscou durante a guerra, disse De Volkskrant.

Nem a NIOD, nem os especialistas conheciam qualquer outra arte de Hitler na Holanda.

Compartilhar: