Max Beckmann: Noite de recordes para a Arte Moderna na Christie’s

Max Beckmann, Hölle der Vögel (Ovo dos pássaros), Óleo sobre tela

Christie’s alcançou um novo recorde de leilão para Max Beckmann durante a sua venda impressionante na noite de Arte Moderna em Londres, no dia 27 de junho, vendendo o artista alemão “Hölle der Vögel (Birds’ Hell)” 1937-1938 ao comerciante americano Larry Gagosian por £ 36,005,000 / US$ 45,834,365 / € 40,865,675. A “resposta visceral de Beckmann ao surgimento do regime nazista em sua Alemanha natal” também estabeleceu um novo recorde de leilões pelo preço mais alto realizado para um trabalho expressionista.

Adrien Meyer, Diretor Internacional de Arte Impressionista e Moderna da Christie’s Nova York, disse: “A venda de uma pintura tão histórica como o “Pássaro do inferno” de Beckmann demonstra a capacidade de Christie’s de liderar com obras-primas que ressoam no mercado internacional. Este quadro emblemático tornou-se unanimemente reconhecido como o guernica do expressionismo e o apetite internacional foi evidenciado na disputa viva e testemunhada na sala e no telefone”.

O preço alcançado para “Hölle der Vögel” 1937-1938 ajudou a Christie’s a atingir um total de £ 149.500.000 (incluindo taxas), com números de 94% vendidos por lote e 87% vendidos por valor. Outros destaques da venda incluíram a obra-prima de 1934 de Pablo Picasso “Femme écrivant (Marie-Thérèse)”, que foi vendida por £ 34.885.000 / US$ 44.408.605, e “Le moissonneur (d’après Millet)” de 1889 de Vincent Van Gogh, que atingiu £ 24.245.000 / US$ 30.863.885.

Compartilhar: