Museu de Arte Sacra de Paraty reabre suas portas

Com a missão de pesquisar, conservar, expor e promover culturalmente o acervo de arte sacra pertencente às irmandades religiosas da cidade, o Museu de Arte Sacra de Paraty (MAS) reabriu suas portas em maio de 2015.

Mesmo que em funcionamento desde maio, a cerimônia oficial de abertura do Museu de Arte Sacra acontece no dia 13 de junho e deve contar com a presença de autoridades do Governo Federal, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, do prefeito de Paraty, do pároco da cidade e representantes do IPHAN, IBRAM, Petrobras e autoridades locais. O acontecimento é marcado pela trasladação da imagem de Santa Rita da Igreja Matriz de Nossa Senha dos Remédios – local onde ficou durante o período de obras –até Igreja de Santa Rita, sede do museu.

Antes da entrada das imagens na igreja, o mastro da tradicional Festa de Santa Rita é erguido no Largo Santa Rita para a edição de 2015 – de 10 a 19 de julho. A reinauguração do MAS Paraty conta ainda com a participação da Banda Santa Cecília e do Coral da Universidade do Rio de Janeiro – UNIRIO.
O MAS PARATY

Instalado dentro do conjunto arquitetônico de Santa Rita – a Igreja mais antiga da cidade, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) –, o MAS ganhou uma nova exposição de longa duração com o intuito de estreitar ainda mais sua relação com a população local, seus ritos religiosos e suas festas. O novo percurso de visitação dá mais destaque a seu rico acervo, que reúne peças de outras três igrejas da cidade – Nossa Senhora dos Remédios, Nossa Senhora do Rosário e Nossa Senhora das Dores.

A narrativa adotada remonta ao percurso histórico, estilístico e artístico do próprio conjunto arquitetônico, propondo mais visibilidade às peças, que passam a ocupar a nave central da igreja, além da sacristia – onde ficavam originalmente. O roteiro inclui informações históricas e iconográficas, além da origem e procedência das imagens mais relevantes do acervo, e as vincula às práticas rituais e organizacionais das festividades mantidas pela comunidade local, contextualizando seus usos nas várias confrarias paratienses. A relação com a comunidade também está refletida na criação de uma peça interativa sobre religiosidade, montada a partir de depoimentos de figuras locais.

O acervo também recebeu cuidados, de catalogação e de restauro durante o período em que a instituição esteve fechada, culminando na instalação da nova Reserva Técnica. A organização do acervo, além de facilitar e estimular a pesquisa, que tem grande valor histórico e religioso, deve contribuir para aprimorar o fluxo de empréstimos de peças. Como já é de costume, os objetos continuarão a ser retirados do museu durante as festas religiosas de Paraty, para uso nas celebrações, e devolvidos posteriormente.

Fechado desde 2011, o MAS foi incluído no processo de requalificação do conjunto arquitetônico de Santa Rita, que teve início em 2006, e prevê a salvaguarda do patrimônio material e imaterial da instituição. As ações foram iniciadas com a descupinização dos retábulos e com a recuperação da estrutura do telhado. A iniciativa, coordenada pela Expomus, também contemplou a execução de um novo projeto luminotécnico; a restauração, recuperação e pintura de suas estruturas físicas – fachada e interior –, que datam de 1722; e a recuperação de parte dos objetos litúrgicos e do Passo da Paixão, chamado de “Coroação de Espinhos”, inserido na fachada lateral da Igreja de Santa Rita, que forma, junto com outros cinco existentes no perímetro urbano tombado, um conjunto valioso.

Quanto às obras estruturais, os destaques são a restauração do telhado e da rede elétrica, além da pintura dos forros. As obras foram viabilizadas com o apoio de Alain e Haydee Belda, e de José Bento e Daniela Tonetti. A implantação da nova expografia, em parceria com a Expomus, bem como o sistema de Segurança já implantado, além das obras executadas pelo IBRAM.

Durante o processo de requalificação do Museu de Arte Sacra de Paraty, o desenvolvimento da pesquisa e dos projetos também contou ainda com o patrocínio da Caixa Econômica Federal, por intermédio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Todo o processo teve a coordenação e o acompanhamento técnico da Expomus, empresa com mais de 33 anos na execução de projetos museológicos.
Museu de Arte Sacra faz parte do complexo turístico de Paraty

Tombada pelo Instituto do Patrimônio e Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, a cidade de Paraty representa um dos maiores expoentes do período colonial no Rio de Janeiro. Todos os anos, a cidade recebe milhares de visitantes durantes as tradicionais festas religiosas e na consagrada Festa Literária Internacional de Paraty (Flip).

Com o patrocínio da Petrobras, o projeto de requalificação do Museu de Arte Sacra de Paraty, localizado na Igreja de Santa Rita, visa contribuir para o desenvolvimento do turismo local e regional, além de atender à necessidade de conservação do monumento e de seu acervo. Com apoio do IPHAN e do Ministério da Cultura, as obras de restauração e a instalação de uma exposição de longa duração valorizam um dos principais patrimônios do circuito urbano tombado de Paraty, devolvendo à cidade um importante símbolo cultural e religioso.

Compartilhar:
Notícias - 14/07/2016

Entre o Low e Hi-tech: uma panorâmica de Giselle Beiguelman

A exposição “Cinema Lascado”, que faz um recorte dos últimos 10 anos de produção da artista e pesquisadora Giselle Beiguelman, …

Notas - 11/05/2016

Instituto Plajap inaugura nova sede no Rio

O Instituto Plajap, de Jacqueline Plass, inaugurou na última terça, dia 10 de maio, sua nova sede no Fórum de …

Notas - 05/02/2016

Casa Triângulo ganha novo edifício e apresenta seu calendário de exposições para 2016

O novo edifício da galeria tem aproximadamente 500m² e uma forte presença urbana. A arquitetura tem traços retos, como uma …

Notícias - 29/03/2018

Artista letão é acusado de promover canibalismo após performance controversa

O artista letão Arthur Berzinsh provocou uma repercussão on-line após a transmissão ao vivo de sua performance “canibal”, durante a …

Notícias - 27/07/2016

Premiação da Revista ZUM e IMS levanta polêmica

No último dia 25/7, o Instituto Moreira Salles e a revista ZUM anunciaram os dois projetos ganhadores da Bolsa de …

Notícias - 26/07/2018

Kusama-mania: Yayoi Kusama está de volta!

A Marciano Art Foundation, em Los Angeles, anunciou que adquiriu a instalação “Com todo meu amor para as tulipas, eu …

Notícias - 17/05/2018

Artista de rua francês fatura após pintar código QR em seus murais

Mesmo que você não entenda muito bem as criptomoedas , provavelmente já ouviu falar que o Bitcoin e seus similares …

Notícias - 31/01/2019

Filme sobre a sombria história do mundo da arte é lançado pela Netflix

Velvet Buzzsaw é um suspense que se passa no mundo da arte contemporânea de Los Angeles, onde os artistas ricos …

Notícias - 28/05/2015

Picasso, Carl Einstein e Negerplastik, 100 anos depois no Brasil

No campo da arte, ainda hoje, a noção de forma levanta discussões passionais tanto entre defensores como detratores. Sobretudo, se …

Notícias - 25/05/2017

Mr. Maezawa e seu Basquiat de US$ 110 milhões

A venda de US$ 110 milhões da tela “Sem título” de Jean-Michel Basquiat, divulgado no último dia 18 pela família Siegel, ofuscou …

Notas - 04/01/2016

Galeria carioca Mul.ti.plo participa de feira Este Arte, em Punta del Este

Pela primeira vez, a Mul.ti.plo Espaço Arte leva seu acervo para uma feira fora do país. A galeria carioca participa, …

Notícias - 23/11/2018

Quem governa o mundo da arte?

O artista Wolfgang Tillmans foi escolhido pela revista Monopol como a figura mais influente do mundo da arte em 2018.

“Com …