Museu de Arte da Pampulha recebe prêmio nacional do Instituto Brasileiro de Museus

© Divulgação

O Museu de Arte da Pampulha (MAP) foi um dos agraciados com o Prêmio Modernização de Museus – Microprojetos, promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), vinculado ao Ministério da Cultura. Com a premiação, o museu vai receber um aporte de recursos para desenvolver projetos de difusão e preservação. A iniciativa do IBRAM tem o objetivo de desenvolver ações para preservar e difundir o patrimônio museológico.

Em sua 5ª edição, o Prêmio escolheu vinte projetos entre propostas de instituições de todo o Brasil. Para concorrer aos recursos, o MAP inscreveu o “Programa de Exposições do Museu de Arte da Pampulha”, que consiste em convidar curadores e artistas de todo o país, além de parcerias com museus e outras instituições nacionais e internacionais, para compor o seu programa expositivo. A ideia principal da proposta é destacar o caráter investigativo da arte contemporânea, além de provocar reflexões sobre o diálogo deste campo com outras áreas do conhecimento.

Entre os benefícios desta ação apontados pelo MAP e reconhecidos pelo IBRAM estão a preservação do patrimônio artístico brasileiro e a entrada franca no Museu. Sem preço para o ingresso, a instituição amplia o acesso ao seu acervo e ações, promove visitas guiadas para grupos de estudantes, da terceira idade e do sistema prisional, além de estimular a visitação de modo geral, trazendo benefícios para o turismo e comércio na região.

A previsão para o aporte dos recursos do prêmio é até o fim de 2015. A verba vai ser destinada ao custeio de ações de conservação, restauração e educação patrimonial. Uma dessas iniciativas é a edição de dois novos volumes da série “Conhecer e Reconhecer: Patrimônio Cultural”, que descreve e explica os diferentes aspectos do Patrimônio Arquitetônico, Paisagístico e Artístico do Museu de Arte da Pampulha.

Compartilhar: