MAM vai leiloar quadro de Pollock e tem apoio do Minc e recusa do Ibram

O Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro está vendendo uma de suas obras mais valiosas, uma pintura de Jackson Pollock, para ajudar a se manter ativo.

O museu privado, sem fins lucrativos, disse que uma venda desse tipo nunca foi feita antes no Brasil, embora seja comum na Europa e nos Estados Unidos.

A pintura de Pollock intitulada “No.16” foi concluída em 1950.

O MAM ainda possui outros tesouros, como as esculturas de Giacometti e de Brancusi que tem valores superiores a pintura de Pollock.

A receita da venda será usada para criar um fundo para manter o museu por mais 30 anos, disse a instituição.

A pintura foi doada pelo falecido ex-vice-presidente dos EUA, Nelson Rockefeller, em 1952, e é estimada em cerca de US$ 25 milhões.

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) convidou o Museu de Arte Moderna a reverter o curso e tentar criar uma outra maneira de arrecadar dinheiro em uma época de dificuldades financeiras para muitos no país.

Mas o Ministério da Cultura disse que apóia a estratégia, dizendo que o Museu de Arte Moderna se tornará menos vulnerável a crises econômicas e menos dependente de doações e patrocínios.

O Rio de Janeiro está atolado em turbulências financeiras desde que sediou os Jogos Olímpicos em 2016, principalmente por causa da queda nos preços do petróleo e como uma ressaca da recessão que todo o Brasil enfrentou em 2015 e 2016.

Veja abaixo a nota oficial do Ministério da Cultura

O Ministério da Cultura (MinC) reconhece e valoriza a autonomia do Museu de Arte Moderna (MAM) do Rio de Janeiro, uma instituição privada que presta relevantes serviços à cultura brasileira, à sociedade e ao País. Por isso, respeita e apoia a decisão de sua diretoria, tomada com o propósito de buscar a sustentabilidade da instituição, de vender a pintura “No.16”, de autoria do pintor norte-americano Jackson Pollock.
O MAM-Rio pretende criar um fundo patrimonial permanente com a receita obtida, e deste modo constituir uma fonte permanente de recursos, com regras sólidas de governança. Também pretende constituir um fundo para a aquisição de obras de artistas brasileiros contemporâneos e modernos, sua grande vocação. A venda de obras de acervo com objetivos específicos é prática comum em museus norte-americanos e europeus e muitas vezes serve ao objetivo de garantir a sustentabilidade financeira dessas instituições. No caso em questão, embora a obra seja de inquestionável relevância, sua venda, isoladamente, mostra-se suficiente para angariar os recursos necessários à criação de um endowment que irá assegurar a sustentabilidade do MAM-Rio.
Ao buscar o modelo de endowment para a construção de uma base financeira mais sólida, a instituição demonstra estar olhando para o futuro, alinhando-se com as tendências internacionais de excelência em gestão de museus. Com o novo modelo, o MAM-Rio se tornará menos vulnerável a crises e menos dependente de doações e patrocínios, com maior estabilidade financeira e viabilidade operacional. O resultado disso, no longo prazo, será a permanência da instituição e a melhoria dos serviços que presta à arte brasileira e ao público. A venda de uma obra irá assegurar a conservação adequada e a exibição das 16 mil remanescentes, assim como o incremento da coleção de arte brasileira. A direção do MAM-Rio tem o total apoio do Ministério da Cultura e de suas instituições.
Compartilhar:
Notícias - 18/10/2018

Future Generation Art Prize: Veja a lista de artistas selecionados

PinchukArtCentre (Kyiv, Ucrânia) anuncia a lista de artistas para a 5ª edição do Future Generation Art Prize. Selecionados entre mais …

Notícias - 24/05/2016

Sebastião Salgado na Silvia Cintra + Box4

A Galeria Silvia Cintra + Box4 acaba de anunciar que passa a representar a obra de Sebastião Salgado e sua …

Notícias - 14/02/2019

Kim Phuc, garota do Napalm, recebe prêmio alemão pelo trabalho pela paz

Ativista foi homenageada décadas depois de ter sido fotografada fugindo nua na guerra do Vietnã.

Kim Phuc, conhecida como a “garota …

Notícias - 27/10/2015

Imóvel que sedia a Casa Daros será vendido ao grupo Eleva Educação

A Coleção Daros Latinamerica, sediada em Zurique, Suíça, informa que o imóvel neoclássico localizado em Botafogo, zona sul do Rio …

Notícias - 05/08/2014

Frances Reynolds promove o programa Brazilian Studies do King's College

O Presidente Antony Pereira e o Vice-Presidente do Kings College London, onde acontece o Programa BRASA XII (Brazilian Studies Association) …

Notas - 03/09/2015

Projeto Latitude lança a 4a Pesquisa Setorial Latitude

O Projeto Latitude lança no dia 3 de setembro de 2015 os resultados da 4a Pesquisa Setorial Latitude, conduzida pela …

Notícias - 14/06/2015

Começa a Mostra de Performance Arte VERBO

A 11ª edição da Mostra de Performance Arte VERBO, da Galeria Vermelho, acontece entre 16 de junho e 11 de …

Notícias - 05/05/2016

Um burro ao vivo na Frieze NY gera filas mas enfurece ativistas

Este ano a Frieze New York terá um verdadeiro animal de fazenda ao vivo debaixo da tenda branca gigante na …

Notas - 13/07/2015

Novas Poéticas convida artistas para a sua segunda edição

Neste ano está sendo realizada a segunda edição do programa de exposição NOVAS POÉTICAS. O objetivo do programa é estimular …

Notícias - 21/01/2016

Museu Afro Brasil disponibiliza digitalmente importantes obras de arte de seu acervo

Mais de 100 obras da coleção do Museu Afro Brasil podem agora ser vistas por milhões de pessoas em todo …

Notícias - 05/05/2017

Divulgada a lista dos artistas selecionados para o Festival de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil

A Associação Cultural Videobrasil e o Sesc São Paulo anunciam a lista de artistas participantes do 20º Festival de Arte …

Notícias - 06/11/2018

FAMA inaugura três salas e expande a mostra O tridimensional na coleção Marcos Amaro

Disseminar a arte contemporânea brasileira é um dos pilares que regem a Fundação Marcos Amaro (FMA), instituição sediada na Fábrica …