MAM Rio encerra a série de homenagens ao centenário de Iberê Camargo

Iberê Camargo: um trágico nos trópicos, exposição que abriu as homenagens ao centenário do artista no CCBB/SP, em maio de 2014, e foi reconhecida como a melhor exposição retrospectiva pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), em sua 59ª edição, marcará também o encerramento do ano comemorativo ao nascimento do artista no MAM Rio. As 131 obras, entre pinturas (49), desenhos (40), gravuras (32) e matrizes (10), que serão exibidas de 5 de setembro a 1º de novembro, incluem trabalhos especialmente selecionados pelo curador, professor e crítico de arte Luiz Camillo Osório para a mostra na capital carioca, onde Iberê viveu 40 anos, de 1942 a 1982, e onde consolidou a sua formação e se consagrou como um dos maiores importantes artistas modernos do Brasil.

No MAM Rio, o público poderá apreciar desde obras da fase Natureza Morta, iniciada na década de 1950, período em que Iberê retornou da Europa para o Rio de Janeiro depois de estudar com mestres como Carlos Alberto Petrucci, De Chirico e André Lhote, até as grandes e trágicas telas de sua última fase, nos anos 1990, que incluem as séries das Ciclistas, As Idiotas e Tudo Te é Falso e Inútil. “O núcleo da exposição é o processo de amadurecimento da trajetória de Iberê, dos Carretéis até as telas dos anos 1980, quando a figura humana começa a reaparecer. E como não poderia deixar de ser, haverá uma pequena mostra complementar do Iberê gráfico, apresentada como uma exposição de câmara, intimista, em que muitos dos seus temas e obsessões são trabalhados no corte preciso da linha e das várias experimentações realizadas como gravador”, diz Camillo Osorio.

“É justamente o mergulho nas visões cruas e dolorosas da vida que me parece evidenciar a dimensão trágica da pintura de Iberê, sua densidade existencial, sua recusa, tão anti-brasileira, a crer que, ao fim, a harmonia afirmará. Ao longo de sua trajetória, começando com as paisagens, passando pelos carretéis, pelo flerte com a abstração – uma abstração feita de acúmulos e não de redução – e chegando às últimas telas com uma figuração assombrosa, o que vemos é uma paleta pouco solar, uma atmosfera de densidade angustiada, um corpo matérico onde sensualidade e sofrimento se irmanam incansavelmente”, escreve o curador em seu texto publicado no catálogo da mostra, que também reproduz artigos escritos por Ferreira Gullar, Marcus Lontra, Walmir Ayala e Quirino Campofiorito, todos relacionados às exposições realizadas por Iberê no MAM carioca.

“A obra de Iberê é tão atual, jovem e vibrante, que poderíamos batizar as celebrações como o Centenário do Garoto, no caso do Rio, ou o Centenário do Guri, quando a homenagem aconteceu na sua terra natal, no Rio Grande do Sul”. Luiz Camillo Osório também assina a organização e apresentação do livro CEM ANOS DE IBERÊ, editado em 2014 pela Cosac Naify em parceria com a Fundação Iberê Camargo. A obra, de 448 páginas, exibe 272 imagens e 13 textos curatoriais de exposições do artista realizadas pela Fundação Iberê Camargo.

Segundo Fábio Coutinho, superintendente cultural da Fundação com sede em Porto Alegre, Iberê Camargo: um trágico nos trópicos é uma das maiores retrospectivas já realizadas com a obra do artista. “Encerrar esta série de homenagens na cidade que acolheu Iberê e no MAM Rio, instituição que realizou a sua primeira exposição retrospectiva, em 1962, é uma dupla homenagem que nos deixa muito felizes”, afirma.

Compartilhar:
Notícias - 01/06/2017

Surrealismo: Art et Liberté em Reina Sofia

“O surrealismo não é um movimento puramente francês” e “a arte não tem país” foram dois dos slogans definidores do …

Notas - 06/08/2015

Pivô promove neste sábado (8) conversa com os artistas e curador da exposição “Casa 7”

O Pivô recebe neste sábado, dia 8, às 17h, os artistas da exposição “Casa 7 no Pivô” e o curador …

Notícias - 23/11/2017

Quartos do reflexo do infinito de Yayoi Kusama são limitados a 30s de visitação

Com os museus que hospedam um número crescente de instalações de arte altamente imersivas, completamente exageradas e extremamente populares, provavelmente …

Notícias - 31/08/2018

Semana de Arte em São Paulo, veja toda programação

Evento organizado em torno de uma feira internacional, que apresenta ainda uma série de atividades culturais exclusivas, será realizado no Pavilhão …

Notícias - 19/04/2018

Famoso crítico de arte de língua solta ganha Prêmio Pullitzer

Jerry Saltz, que atuou como crítico de arte sênior para a revista New York desde 2006, foi eleito o vencedor do Prêmio Pulitzer …

Notícias - 14/11/2017

Alexandre Rangel venda esculturas no Belas Artes

Alexandre Rangel é no Brasil o primeiro artista da história do MNBA a criar um site especific usando as esculturas …

Notícias - 01/06/2017

Marchand americano é condenado a prisão

O negociante de arte, Perry Rubenstein, foi condenado a seis meses de prisão depois de não ter contestado duas acusações …

Notícias - 04/03/2016

Artista da Galeria Luciana Caravello ganha Prêmio Aquisição em Nova Iorque

Alexandre Mazza, artista representado pela galeria carioca Luciana Caravello, foi contemplado no último dia 3 de março na cidade de …

Notícias - 16/08/2018

Veja 5 obras ambiciosas da residência Burning Man 2018

No final de agosto, espera-se que cerca de 75 mil pessoas desçam os sete quilômetros quadrados do deserto de Nevada …

Notícias - 07/08/2015

Osgemeos dominam a Times Square

A dupla de artistas brasileiros OSGEMEOS volta com seus icônicos personagens coloridos em um novo trabalho intitulado Conexão Paralela (Parallel …

Notícias - 19/07/2018

"Está cheio de obras de didatismo nu". Veja fortes críticas as Guerrilla Girls e ao Whitney Museum

Por Liam Warner (National Review)

No último fim de semana, tive a infelicidade de passar uma tarde no Whitney Museum of …

Notícias - 17/01/2019

SP-Arte comemora sua 15ª edição com a presença de expoentes da cena de arte e design

Entre os dias 3 e 7 de abril, o Pavilhão da Bienal recebe a 15ª edição da SP-Arte – Festival Internacional …