Incrível: Conheça a menor bienal do mundo

Quão pequena é a menor bienal de arte do mundo? Tão pequena que o aumento dos níveis do mar está lentamente causando o desaparecimento do pequeno pedaço de terra em que ela está sendo mantida. Situada na ilha caribenha remota e desabitada de Ilet de La Biche, dentro de Grand Cul-de-Sac Marin, reserva marinha natural da Guadalupe, a Bienal de La Biche abriu sua primeira – e talvez única – edição em 6 de janeiro.

Fundada e curada por Alex Urso e Maess Anand e intitulada “Em uma terra de”, a edição inaugural da Bienal de La Biche inclui o trabalho de catorze artistas de todo o mundo, cada um dos quais foi convidado a criar uma obra de arte que abraça a localização como um local isolado geograficamente longe dos limites de um sistema de arte contemporânea.

De acordo com a declaração curatorial, a Bienal desafia os artistas a perceberem a ilha como um local temporário e que está desaparecendo. “O artista foi, portanto, convidado a interpretar o conceito de não-lugar, elaborando uma obra que pode refletir a transitoriedade do tempo e a insegurança absoluta a que a ilha está atualmente sujeita”, diz.

Os artistas participantes na Bienal de La Biche são: Karolina Bielawska (PL), Norbert Delman (PL), Michal Frydrych (PL), Styrmir Örn Guðmundsson (ICE), Maess (PL), Ryts Monet (ITA), Jeremie Paul FR), Lukasz Ratz (PL), Lapo Simeoni (ITA), Saku Soukka (FIN), Aleksandra Urban (PL), Yaelle Wisznicki Levi (EUA / PL), Alex Urso (ITA) e Zuza Ziołkowska-Hercberg.

Compartilhar: