Incêndio em galeria do Chelsea fecha temporariamente galerias de arte adjacentes

Paula Cooper, a antiga vendedora que ajudou a fazer do Chelsea um destino de referência para galerias em Nova York, ficou surpresa quando sentiu cheiro de fumaça em seu caminho para o trabalho na manhã do dia 10/7. “Havia muita fumaça na Rua 22 – achei que foi o vento soprando”, disse ela. “Todo mundo estava pra fora.”

Como relatado pela primeira vez pelo New York Post , um incêndio de causa desconhecida começou no segundo andar de 521 W. 21 St. um pouco antes do meio dia. O incêndio afetou o espaço de armazenamento de Paula Cooper, embora o quanto tenha afetado o local será uma questão de avaliação adicional. “O chefe de bombeiros está aqui tentando determinar o que causou o incêndio”, disse Cooper quando chegou por volta das 4:30 da tarde. “Começou esta manhã e foi contido. Ninguém se feriu, felizmente, e não se espalhou. Estava contido em nossa sala de armazenamento. O corpo de bombeiros foi ótimo. As pessoas sentiram cheiro de fumaça e ligaram.”

Steve Henry, diretor sênior da galeria, disse: “As obras na galeria não foram ameaçadas ou danificadas. Foram as obras guardadas nos fundos. Todos os trabalhos têm que ser retirados e inspecionados, então uma equipe de conservação está chegando amanhã.”

Perguntado sobre a possível destruição, Cooper disse: “Tenho certeza de que houve algum dano, definitivamente”. A extensão desse dano continua a ser avaliada, pois o incidente continua sob investigação. Mas, por enquanto, a segurança dos trabalhadores é uma bênção. “Nossos vizinhos têm sido tão legais”, disse Cooper sobre o apoio que ela e sua galeria receberam da 303 Gallery, da Sikkema Jenkins & Co., da Gagosian e da Tanya Bonakdar.

Henry disse: “Apesar do que ouvimos sobre o estado da arte, há uma comunidade e as pessoas se preocupam umas com as outras”.

Conforme relatado no mês passado, a Paula Cooper Gallery anunciou recentemente planos para realocar temporariamente sua sede em um prédio diferente do outro lado da rua, na 534 W. 21st St., para a West 26th Street, por conta da construção de outro prédio próximo. O novo espaço será inaugurado em meados de setembro com uma exposição comemorativa do 50º aniversário da galeria, com trabalhos de Sol LeWitt, Jennifer Bartlett, Jackie Winsor e Dan Flavin, entre outros.

Compartilhar: