Gravura de Picasso roubada de marchand

Uma gravura de Pablo Picasso com valor estimado entre US$ 35.000 a US$ 50.000 foi roubada de uma empresa de corretagem e avaliação de Milwaukee.

A obra intitulada, “Torero”, foi roubada entre 23h30 e 2h00 da noite de sexta-feira de DeLind Fine Art Appraisals LLC, 761 N. Jefferson St., disse o proprietário Bill DeLind.

“A gravura simplesmente saiu da parede”, disse DeLind no sábado.

Michael Goforth, o parceiro comercial de DeLind, entrou em contato com o Departamento de Polícia de Milwaukee depois de perceber que a obra de arte estava faltando.

Galerias em todo o Centro-Oeste, bem como leiloeiros, foram notificados sobre o roubo, disse ele. Isso vai dificultar a venda.

DeLind não notou ninguém estranho na empresa na sexta-feira. Nem a galeria possui câmeras de segurança que poderiam ter capturado imagens do roubo, disse ele.

A empresa não possui muitas entradas mas está em um prédio com outras empresas, o que torna a empresa mais visível para o público, disse DeLind.

“Torero”, que Picasso criou em 1949, estava na corretagem porque DeLind foi contratado para vender o trabalho. Ele chamou o roubo de “um infeliz desastre”.

“Torero” é uma aguafilha e aquatinta impressa com tinta em papel. É assinado por Picasso, artista espanhol que morreu em 1973.

“É uma peça muito boa”, disse DeLind.

Compartilhar: