Grafiteiros brasileiros completam a maior pintura já feita na Síria

No final do mês de abril, os grafiteiros curitibanos Rimon Guimarães e Zéh Palito desembarcaram na Síria para levar arte e esperança para a população. Desde 2011, a Guerra na Síria já tirou a vida de mais de……400 mil pessoas, além de tirar de casa mais de 11 milhões de pessoas e gerar o número alarmante de 5 milhões de refugiados. Após semanas de muitas atividades, a dupla acaba de finalizar a maior pintura feita na Síria: um painel urbano com quase 270m², em Damascus.

A ação artística faz parte do CONEXUS, projeto coletivo de arte contemporânea nômade, com curadoria da gaúcha Sheila Zago, que viaja pelo mundo promovendo artistas e desenvolvendo programas educacionais com parceiros locais. Ao desembarcarem na Síria, com o apoio da Embaixada Brasileira em Damascus, os grafiteiros e a curadora fizeram parte de uma residência artística na galeria Mustafa Ali. Dentro da proposta, juntos fizeram pinturas, colaboraram com artistas locais e ministraram oficinas para crianças e adolescentes.

Inspirada na liberdade, esperança, paz e amor, a pintura em Damascus, com quase 270m², é um marco para o país, onde a arte pública, grafite ou expressões artísticas culturais não são frequentes. “É muito gratificante fazer parte dessa história. Em meio à guerra conseguimos finalizar o maior mural de pintura da Síria com muita cor e alegria. Quando chegamos, vimos que quase não existiam artes públicas. O que se via na cidade eram apenas pinturas da bandeira do país, pichações políticas e religiosas, nomes de pessoas, imagens do presidente e todo tipo de propaganda. Toda a história que isso carrega e a liberdade que tivemos para pintar no centro da capital deu ainda mais importância para este mural. Por incrível que pareça o ato que deu início a guerra foi uma pichação feita por adolescentes em 2011. Hoje, durante a guerra, viemos pintar um mural com adolescentes e crianças com intuito de espalhar o amor e a esperança de um futuro melhor para o povo sírio”, comenta o artista Rimon Guimarães.

De acordo com a curadora do CONEXUS, Sheila Zago, após a passagem pela Síria o projeto segue seu caminho pelo mundo. “Em um momento de forte fluxo de imigração devido a conflitos internacionais, as pessoas procuram oportunidades para sobreviver, lugares para viver – esperar ou começar uma nova vida. Muitos acabam vivendo em condições não ideais entre campos de refugiados e assentamentos, onde a educação não é facilmente acessada e as crianças e adolescentes muitas vezes deixam de estudar. Nesse contexto, o Projeto CONEXUS está desenvolvendo programas educativos para atender jovens, tendo a arte como conector central dos projetos”, completa Sheila Zago.

Compartilhar:
Notas - 16/11/2015

James Lisboa reúne obras de 218 artistas em leilão de arte em São Paulo

Com a credibilidade e experiência de 30 anos no mercado, James Lisboa Leiloeiro Oficial organiza nos dias 30 de novembro, …

Notícias - 08/12/2016

Design Museum de Londres reabre em deslumbrante novo edifício

O Design Museum em Londres reabriu recentemente em uma nova instalação, cortesia de John Pawson , OMA e Allies and Morrison . O co-diretora …

Notícias - 19/01/2017

Vem aí a 1ª BIENALSUR

A 1ª BIENALSUR, cujo processo teve início em dezembro de 2015 e não conta com um curador geral acontecerá no …

Notícias - 26/01/2017

Incrível: Conheça a menor bienal do mundo

Quão pequena é a menor bienal de arte do mundo? Tão pequena que o aumento dos níveis do mar está …

Notícias - 29/06/2015

Arte em torno de Bethania

Um dos maiores nomes da música brasileira, Maria Bethania completa 50 anos de carreira em 2015. E as diversas comemorações …

Notícias - 06/07/2017

Retábulo de Jacopo Tintoretto de David Bowie será exposto na Bienal de Veneza 2019

Por 30 anos, David Bowie apreciou seu retábulo de Jacopo Tintoretto, até mesmo nomeou sua gravadora com o nome do …

Notícias - 15/09/2016

Preview ArtRio 2016

A ArtRio, chega a sua 6ª edição e faz este ano uma feira com foco nos colecionadores e curadores. A …

Notícias - 20/11/2015

O espaço do negro nas artes visuais por Redação

A arte ainda é um tema complexo. Durante muito tempo, sua produção e distribuição estiveram restritas a alta sociedade, o …

Notícias - 28/06/2018

O mundo da arte reage a decisão de Trump sobre imigrantes

Na terça-feira (26 de junho), a Suprema Corte dos EUA votou a favor da ordem executiva conhecida como proibição de …

Notícias - 26/10/2017

Escultura de 14 metros substitui o mausoléu comunista em Sófia, na Bulgária

Uma nova escultura de 14 metros de altura do artista búlgaro Plamen Deyanoff, chamado “The Bronze House”, está instalada no …

Notícias - 28/03/2017

Especial SP-Arte - Nota 3: Galeria Ybakatu de Curitiba participa pela oitava vez

A Galeria Ybakatu participará da 13ª edição da SP-Arte, evento que reunirá mais de 120  das principais galerias nacionais e …

Notícias - 19/04/2016

As tatuagens de Carlos Vergara

“Os desenhos nos cadernos me interessavam, mas tinham um caráter de anotação. A proposta dessa exposição é dar a eles …