Governador do Rio de Janeiro ordena fechamento de exposição na Casa França-Brasil

A exposição Literatura Exposta, inaugurada na Casa França-Brasil no dia 4 de dezembro de 2018, tinha seu encerramento previsto para o dia 14 de janeiro de 2019, mas o mesmo foi antecipado, por ordem do governador Wilson Witzel, para o dia 13  – dia em que seria realizada uma performance do coletivo És Uma Maluca que faz referência à tortura durante a ditadura militar no Brasil.

O curador Alvaro Figueiredo recebeu um comunicado alegando que a programação para o dia 13 de janeiro não se encontra presente no contrato previamente assinado, caracterizando a quebra do mesmo. Em sua página do Facebook, o curador, que considera o acontecimento um ato de censura, afirma que havia comunicado anteriormente o teor das performances à direção da casa, que as havia autorizado: “Censura à exposição Literatura Exposta! Fecharam nossa exposição um dia antes da data oficial como forma de impedir que as performances da finissage acontecessem. Comuniquei com antecedência o teor das performances à direção da Casa, foi autorizado e ontem à noite enviaram esse comunicado. Esse é o governo que temos. A arte vai sobreviver aos ignorantes”, escreveu Alvaro em sua página. Confira abaixo a imagem do comunicado compartilhada pelo curador:

Uma obra do coletivo És Uma Maluca já havia sofrido interdição antes da abertura. A instalação intitulada “A voz do ralo é a voz de Deus” é composta por 6 mil baratas de plástico em volta da tampa de um bueiro, do qual sairiam trechos do discurso do presidente eleito Jair Bolsonaro. O áudio foi proibido pelo então secretário estadual de Cultura, Leandro Monteiro, e pelo diretor da Casa França-Brasil, Jesus Chediak, sendo substituído por uma receita de bolo.

És Uma Maluca, A voz do ralo é a voz de Deus

A mostra Literatura Exposta apresenta obras de 10 escritores da periferia que são interpretadas por 10 artistas visuais. A instalação do És Uma Maluca é inspirada no conto “Baratária”, do escritor Rodrigo Santos, de São Gonçalo. O conto, escrito em 2016 e vencedor do Prêmio Festa Literária das Periferias (Flup), traz a história de uma mulher que tem traumas de baratas desde que caiu em um túmulo cheio delas, no enterro de sua avó. Nos anos de chumbo, quando é presa, e um torturador introduz os insetos em sua vagina. Anos depois, a personagem o reconhece num bar do Rio e parte para cima dele, também usando uma barata encontrada no banheiro do estabelecimento.

Compartilhar:
Notícias - 01/03/2018

Alerta: O Caravaggio mais procurado do FBI está na Suíça?

Um informante da máfia afirma que a pintura, que está incluída na lista do FBI dos dez principais crimes de …

Notícias - 04/05/2017

Veja preview do leilão de Fotografias da Phillips Londres

O quê: Venda de fotografias

Onde: Phillips, 30 Berkeley Square, Londres

Quando: 18 de maio, 2 pm BST

Visitas Públicas: 12 de Maio, …

Notícias - 22/09/2016

Tate de Londres adquire obra de primeira artista mulher

O Museu Tate de Londres http://www.cialisgeneriquefr24.com/ anunciou a aquisição de obra de uma das primeiras artistas mulheres. A pintura rara, …

Notícias - 01/02/2018

Abre no Rio primeira edição da Bienal de Arte Digital

Apreciar a intensa relação entre instrumentos musicais e os movimentos corporais é uma das propostas das performances da primeira edição …

Notícias - 25/06/2018

Fotógrafo anti-apartheid David Goldblatt morre aos 87 anos

Mais conhecido por seu trabalho na África do Sul na era do apartheid, a fotografia documental de David Goldblatt enfocou …

Notícias - 28/07/2016

Coletivo de artistas do Oriente Médio estréia em Nova York

“Positive Pathway (+)” é uma exposição de obras do coletivo de artistas GCC. Eles estarão em exibição na galeria Mitchell-Innes …

Notícias - 20/11/2014

Mul.ti.plo recebe exposição comemorativa dos 50 anos da editora Polígrafa

Uma das mais importantes editoras de gravura do mundo, a catalã Polígrafa Obra Gráfica, completa 50 anos. Para celebrar a data, exposições …

Notícias - 14/12/2017

Lubaina Himid: a artista que fez história no Turner Prize 2017

Lubaina Himid tornou-se a vencedora mais antiga do Turner Prize e a primeira mulher negra a ganhar o prêmio de …

Notícias - 22/09/2016

Mais Performance por favor. Oi Futuro é ocupado com performances e exposições

O Oi Futuro Ipanema no Rio de Janeiro abre o Festival Mais Performance que apresenta trabalhos de 10 artistas nacionais …

Notícias - 02/03/2017

Leilão de arte figurativa do século 15 a 21

O leilão centra-se na arte figurativa e apresenta uma seleção de obras de arte icônicas de artistas famosos como Bert …

Notícias - 06/10/2016

Objetos ativos de Willys de Castro aterrizam em Londres

Willys de Castro: From Paitings to Objects 1950-1965

Continuando o projeto em associação com a casa paulistana Almeida e Dale que …

Notas - 07/01/2016

Chega ao Instituto Moreira Salles o acervo do fotógrafo mineiro Chichico Alkmim

O Instituto Moreira Salles acaba de receber, em comodato, a obra do fotógrafo mineiro Francisco Augusto Alkmim (1886-1978), conhecido como …