Especial SP-Arte – Nota 1: Etel Carmona apresenta projetos de Carlos Vergara e Lina Bo-Bardi

Foto: Fernando Laszlo

Designer e Artista resgatam o diálogo entre o design de mobiliário e a arte

Na próxima edição da SP-Arte, que acontece de 6 a 9 de abril, em São Paulo, Etel Carmona assina um projeto especial ao lado de Carlos Vergara e, juntos, iniciam uma conversa que tem como objetivo principal cruzar fronteiras e contar histórias.

No terceiro andar no Pavilhão da Bienal, estará um espaço totalmente dedicado ao artista, o Gabinete de Curiosidades do Artista, repleto de objetos criados por Vergara, a partir da técnica de monotipia sobre lenços que o artista viajante carregou consigo por lugares sagrados como Capadócia, Santiago de Compostela, ruínas dos 7 povos das Missões e Pompéia, além de itens que lhe são caros e que aprisionam histórias vividas nestes momentos. Verdadeiras relíquias, que deram espaço para que Etel criasse relicários em forma de objetos (biombos e caixas) que desvendam momentos, pequenos segredos e curiosidades.

Juntos, Etel e Vergara fazem uma leitura da arte do outro e desvendam cinco jornadas do viajante por meio de pigmentos, monotipias, fotografias, relíquias e memórias que completam os relicários. “São peças para serem convividas, que tenham pequenos segredos e que podem ser motivo de conversa entre as pessoas”, conta Vergara. O resultado comprova que objetos de arte podem ter uma função variada e outras utilizações, como os biombos que proporcionam uma interação do espectador com o objeto por diferentes ângulos e as caixas, que podem se transformar em mesas, vitrines ou até mesmo serem penduradas na parede, como em um museu.

As cinco obras finais, representam arte e design como coadjuvantes que dialogam em um mesmo objeto. ”Estou muito feliz porque o design não está sendo uma moldura para a arte, nós interagimos, nós criamos isso juntos. Isso para mim é arte”, afirma Etel Carmona.

ETEL reedita peças inéditas de Lina Bo Bardi

As reedições inéditas de seis peças de Lina Bo Bardi, como mais um resgate histórico do seu mobiliário, serão apresentadas na SP-Arte 2017.

A primeira leva de peças de Lina, reeditadas pela ETEL em 2014, incluiu a Poltrona de Balanço, Cadeira Bolas de Latão, Cadeira Masp e Poltrona Três Pés Metal.  Agora, as peças selecionadas foram Carrinho de Chá, Mesa Tríplice, Mancebos, Revisteiro, Escrivaninha, Poltrona Tridente. O resultado tem como base um estudo aprofundado feito por Lissa Carmona, curadora da Coleção ETEL, no acervo Casa de Vidro, sede do Instituto Lina e P.M. Bardi.

Entre os destaques das peças estão:

Carrinho de chá

O Carrinho Chá, desenhado por Lina Bo Bardi em 1948 para o Studio Arte e Arquitetura Palma, possui traços angulares, típicos do design modernista brasileiro. A peça possui bandeja com acabamento em vidro e rodízios que facilitam sua mobilidade.

A reedição foi feita com base em uma peça que integra o acervo de mobiliário da Casa de Vidro, onde Lina morou grande parte de sua vida.

A versão reeditada pela ETEL é feita em freijó natural e imbuia.

Dimensões: 99 (P) x 50 (L) x 62,5 (A) cm

Mesa Tríplice

O trio de mesas de Lina Bo Bardi segue os mesmos traços do seu Carrinho de Chá e da Poltrona Tridente – também reeditados pela ETEL. Os ângulos dos pés da peça remetem ao movimento modernista, uma experimentação do design brasileiro.

A reedição da mesa foi feita com base em fotos históricas, descobertas por Lissa Carmona, CEO da ETEL, durante pesquisa feita na Casa de Vidro, sede do Instituto Lina Bo e P.M. Bardi.

A versão da ETEL é feita em Cedro.

Dimensões

  • Pequena: 90 (P) x 60 (L) x 50 (A) cm
  • Média: 81 (P) x 60 (L) x 47 (A) cm
  • Grande: 72 (P) x 60 (L) x 44 (A) cm

Mancebos – Edição Especial Limitada

Lina Bo Bardi, além de arquiteta e designer de mobiliário, era cenógrafa e artista. Em uma de suas experimentações, criou dois mancebos que lembram manequins. Trata-se de um resgate lúdico e humano das obras de Lina. Um deles fica sentado sobre uma poltrona Masp e outra fica em pé, envolto por um tecido.

A reedição da ETEL foi feita com base em imagens históricas, recuperadas no acervo da Casa de Vidro. São feitos em freijó.

Dimensões

  • Pequeno: 102 (P) x 52,2 (L) x 125 (A)
  • Grande: 115,7 (P) x 18 (L) x 160 (A) 

 

SP-Arte/2017
5 a 9 de abril
Horários:
Quarta-feira, 5 de abril (Preview para convidados que terá, às 15h, uma conversa especial com Carlos Vergara)
Quinta-feira a sábado, 6 a 8 de abril: 13h–21h
Domingo, 9 de abril: 11h–19h

Veja vídeo do projeto com o artista Carlos Vergara e logo abaixo galeria de imagens:

Compartilhar: