Em Paris, uma nova instalação imersiva permite que visitantes entrem nas obras-primas de Gustav Klimt

Esta é a ambição humilde por trás do Atélier des Lumières (“oficina de luzes”), um novo espaço de arte que abriu em Paris no último final de semana. Instalado em uma cavernosa antiga fundição de ferro na elegante Rue Saint-Maur, o Atélier é uma tentativa de trazer tecnologia de projeção digital de ponta junto com uma grande arte, criando uma experiência imersiva— e, a esperança é, uma maneira inteiramente nova de ver pinturas.

O Atélier des Lumières pode parecer pouco promissor na rua, mas por dentro, algo fascinante está acontecendo. Você entra no salão lotado e se encontra em uma sala vasta iluminada apenas pela mais fraca luz azul. De repente, projetores espalhados pelo espaço piscam e as paredes começam a se agitar; de uma só vez, você está cercado pelos contornos arquitetônicos de um grande salão vienense, que por sua vez dá lugar a uma profusão de cores e formas figurativas. Mesmo se você tivesse apenas o interesse mais superficial na história da arte, não poderia deixar de reconhecer as imagens exuberantes, porém complexas, projetadas nas paredes como o trabalho do pintor simbolista austríaco Gustav Klimt.

Uma vista de instalação Atélier des Lumières, com obras de Gustav Klimt. Foto de E. Spiller. © Culturespaces.

Andando por lá, você está envolvido pelas criações arrebatadoras de Klimt. Adele Bloch-Bauer, o tema do retrato mais famoso do artista, eleva-se acima de 30 metros de altura, desintegrando-se em uma chuva de pixels dourados e prateados; antes que você perceba, os amantes da obra-prima de Klimt, O Beijo (1907–1908), estão ocupando o vasto espaço em um PDA maior do que a vida. Os confins da sala em si parecem mudar quando uma nevasca de folha de ouro gira no chão e no teto.

Independentemente de você ser ou não um fã de Klimt, essa exibição de magia digital deixará sua cabeça girando. E não é de admirar. Como Michael Couzigou, diretor do Atélier, explica, os trabalhos por trás dele são tudo menos simples: cada um dos 140 projetores de vídeo envolvidos na apresentação foi especialmente adaptado, e adequar o espaço aos padrões corretos levou mais de um ano. Qualquer exibição futura ao longo das mesmas linhas exigirá que a fundição antiga seja completamente reconfigurada.

Compartilhar:
Notícias - 19/10/2015

São Paulo recebe festival internacional de arte de rua entre 23 e 25 de outubro

Nos dias 23, 24 e 25 de outubro, São Paulo recebe a primeira edição do O.bra Festival, evento internacional de …

Notícias - 19/04/2018

Famoso crítico de arte de língua solta ganha Prêmio Pullitzer

Jerry Saltz, que atuou como crítico de arte sênior para a revista New York desde 2006, foi eleito o vencedor do Prêmio Pulitzer …

Notas - 24/11/2017

Conheça os vencedoros do 7º Prêmio Ibema Gravura

O artista e estudante do Museu da Gravura de Curitiba, Igor Rodacki, foi o grande vencedor do 7º Prêmio Ibema …

Notícias - 24/08/2017

Terrorista suspeito confessa que havia planos para atacar a Sagrada Família em Barcelona

O grupo terrorista em Barcelona, atrás do ataque por meio de uma van da semana passada, planejava usar explosivos contra grandes monumentos, …

Notícias - 13/12/2017

9º Salão dos Artistas sem Galeria abre em São Paulo em janeiro

A 9ª edição do Salão dos Artistas Sem Galeria, promovido pelo impresso e portal Mapa das Artes (www.mapadasartes.com.br), realiza, a …

Notícias - 23/11/2017

Temporada de leilões de Nova York quebra recordes mundias

Com receitas acima de US$2,3 bilhões apenas nas três principais casas de leilão – Phillips, Christie’s e Sotheby’s – a …

Notícias - 30/10/2018

Tragédia inspira intervenção artística improvisada no Curdistão iraquiano

Nos arredores da cidade curda de Koya fica uma imponente fortaleza de tijolo bege que lembra uma base militar ou …

Notícias - 05/10/2017

Wolfgang Tillmans no leilão da Phillips na sexta-feira

Woflgang Tillmans virou notícia quando bateu dois recordes de preço na última temporada de leilões de arte contemporânea em Londres, …

Notícias - 31/08/2015

Visualismo Arte Tecnologia e Cidade projeta de 26 obras audiovisuais ao ar livre no Rio

O Festival Visualismo Arte Tecnologia e Cidade apresenta em setembro projeções de 26 obras audiovisuais ao ar livre no Rio …

Notícias - 08/06/2017

Entrevista com Ian Davenport

Como principal parceiro da 57ª Exposição Internacional de Arte da Bienal de Veneza pela quarta vez consecutiva, o relojoeiro suíço …

Notícias - 15/02/2019

10º Salão dos Artistas Sem Galeria divulga premiados

A artista plástica uruguaia radicada no Rio de Janeiro Stella Margarita ganhou o primeiro prêmio do 10º Salão dos Artistas …

Notícias - 21/06/2018

Protesto e petição contra o polêmico Museu do Sorvete

Desde que começou a derreter os corações dos visitantes em 2017, o Museu de Sorvetes da Union Square tem, de …