Desenhos assombrosos do escultor Alberto Giacometti são encontrados em loja de antiguidades

Dois desenhos encontrados enterrados sob papéis, móveis e quadros em uma loja de antiguidades de Londres foram confirmados como obras genuínas de Alberto Giacometti. As obras, que foram consideradas perdidas, foram localizadas no inventário da antiga negociante de antiguidades Eila Grahame no ano passado.

Agora, o esboço de lápis de dois lados no papel (reconhecido como dois trabalhos) foi encaminhado para leilão. Ele será vendido pelos leiloeiros com sede em Cambridge, a casa de leilões Cheffins, em 12 de outubro.

A busca pelos desenhos começou no ano passado, quando Cheffins foi contratada para vender o inventário e coleção pessoal de Eila Grahame. Segundo o The Guardian, quem primeiro relatou a descoberta foi Grahame que era conhecida por seu olho impecável e sua recusa em vender para quem não gostava.

Os funcionários da casa de leilões encontraram uma lista de avaliação de seguros que incluia o esboço de lápis de dois lados. Mas eles assumiram que tinha sido perdido ou vendido porque não estava em nenhum lugar – até aparecer semanas depois sob uma pilha de antiguidades e quadros.

Um lado do papel representa quatro cabeças, traduzidas no estilo alongado da marca registrada do artista. O inverso mostra um esboço de uma nudez feminina. Embora o desenho seja assinado e datado de 1947, a casa de leilões teve que fazer um abalho de detetive para provar que era na verdade feitos pela mão do escultor suíço.

Compartilhar: