Curador da Bienal de Curitiba responde a críticas negativas sobre o trabalho de Dolores Cáceres

No dia 09 de dezembro de 2018, fora publicado um texto na coluna assinada pelo Senhor Paulo Polzonoff no jornal Gazeta do Povo a respeito da obra “Que Soy”, da renomada artista argentina especializada em Public Art Dolores Cáceres. No texto, o colunista questiona os conceitos da obra através de uma apologia à soja e ao agronegócio, com reduzidos embasamentos teóricos no campo da arte e também frágeis embasamentos econômicos, sempre a partir de uma perspectiva de convicções bastante pessoais. A obra “Que Soy” consiste em uma pequena plantação de soja, localizada no gramado do Museu Oscar Niemeyer – uma das sedes da celebração dos 25 Anos da Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba – e levanta reflexões acerca dos impactos causados pelo agronegócio em aspectos ambientais e sociais.

A Bienal de Curitiba publicou uma nota no Facebook esclarecendo ao colunista do jornal, aos leitores e ao público em geral que o Museu Oscar Niemeyer é uma importante sede do evento, entretanto, a Bienal não é um evento exclusivo do MON, conforme afirmado erroneamente pelo colunista, tampouco conta com a curadoria contratada pelo museu. O curador da Bienal de Curitiba 2018 | 25 Anos, Ticio Escobar, redigiu uma breve nota para esclarecer alguns pontos levantados pelo colunista. Ticio Escobar foi curador da Bienal Internacional de Arte de Veneza (Itália), Bienal Internacional de Arte de Valência (Espanha), da Trienal Internacional de Arte do Chile, da Fondation Cartier em Paris (França). Também é professor universitário, crítico de arte, promotor cultural e diretor do Museo del Barro, em Assunção (PY), membro do Conselho de Doutorado em Filosofia na área de Estética e Teoria da Arte da Universidade do Chile. Publicou vários títulos sobre arte latino-americana e ganhador de inúmeros prêmios internacionais.

Confira abaixo a nota do curador Ticio Escobar na íntegra:

“A diferença entre manifestação artística e panfleto político-partidário-ecochato é que a arte nunca levanta literal e diretamente uma denúncia, mas desperta questões, reflexões e sonoridades a partir do rodeio de uma ação, provocativa, neste caso. A obra artística não busca provocar para incidentar, importunar ou introduzir à uma ação, mas para tornar-la complexa. Esta é a diferença de uma obra de arte: levanta questões, levanta perguntas e suspende a significação fixa das coisas. Por isso não é um panfleto. A arte não é uma boa mensageira de uma consigna “política-partidária” porque faz duvidar das coisas. Mikel Dufrene, o grande filósofo francês, disse que “a arte é o arauto de uma mensagem impossível”. Questiona as coisas, os feitos, os acontecimentos, mas localizando-os em uma perspectiva aberta ao debate, à discussão, à interpretação completa do que mostra. Nunca pretende explicar nem transparentar tudo.

Dolores Cáceres faz arte, não panfleto. Toma posição, não partido. Localiza-se diante de um feito que gera grandes ganâncias econômicas, e também provoca importantes conflitos ambientais. Ambas as situações não são inventadas por ela: são temas que aparecem diariamente nos meios de comunicação e nos estudos especializados. O que ela faz é tomar este tema candente e convertê-lo em forma estética, em expressão, em poesia, e, a partir destas operações, gerar a discussão livre e o debate. A Bienal está aberta, sem censuras nem repressões, a todas as obras providas de qualidade estética e conteúdos intensos, fortes. A arte não está para tranqüilizar, mas para renovar a inquietude e o assombro do mundo: para impedir que as significações sociais se estanquem e apaguem a magia do sobressalto, da surpresa, e ainda, do alarme e da maravilha do que não possui uma só resposta, nem uma só leitura. O que se afirma mais além de qualquer dogma”.

Compartilhar:
Notícias - 30/03/2017

Especial SP-Arte - Nota 7: "Repertório", veja as novidades e imagens do novo setor

Uma das grandes novidades desse ano é o novo setor chamado “Repertório”.
Esse segmento vai apresentar artistas brasileiros e estrangeiros …

Notícias - 10/11/2015

Anna Bella Geiger no MoMA e na Paris Photo

Neste mês de novembro a obra da carioca Anna Bella Geiger vai alcançar nobres salões de arte ao redor do …

Notícias - 26/04/2018

Primeiro Museu Palestino nos EUA abre em Connecticut

O mais novo museu de Connecticut não é onde se esperaria encontrar um museu. É no primeiro andar de um …

Notas - 09/12/2015

Pátio Batel recebe a galeria Diretriz Arte Contemporânea

A capital paranaense é considerada um dos grandes palcos para a cultura nacional e internacional. Reconhecida pela valorização da arte, …

Notícias - 23/08/2018

Luma Arles, o Complexo Cultural de US$ 100 milhões na França

O Luma Arles, um vasto complexo de arte e cultura em um antigo pátio ferroviário na cidade de Arles, no …

Notas - 15/03/2016

"Maquinal" recebe o público na Zipper

“Maquinal” é a nova exposição do Artista Marcelo Amorim na galeria Zipper. Na mostra que está aberta desde o dia …

Notícias - 19/07/2016

Saiba como foram os primeiros dias de votação do Prêmio PIPA 2016

A votação no primeiro turno do PIPA Online 2016 vai até 24 de julho.

Entre os dias 31 de julho e …

Notícias - 19/07/2018

Polêmica e protestos: Mostra em novo museu de Tel Aviv está mostrando obras de artistas árabes sem seu consentimento

As tensões entre Israel e o mundo árabe vieram à tona no Centro de Arte e Política 1: 1, em …

Notícias - 06/07/2017

Corpo de Salvador Dalí será exumado para teste de paternidade

Um tribunal espanhol ordenou que os restos de Salvador Dalí fossem exumados de seu grandioso e autodesenvolvido último lugar de …

Notícias - 30/09/2016

ArtRio 2016 em imagens

Em sua quinta edição, a feira de arte internacional do Rio de Janeiro – ArtRio enfrenta um grande desafio. Reduzida …

Notícias - 23/11/2017

O famoso sofá de Salvador Dali pode deixar o Reino Unido se um comprador não for encontrado

O sofá “Mae West Lips” de Salvador Dali, uma das peças de mobiliário mais famosas do século 20, poderá ser …

Notícias - 06/09/2017

Novas obras falsas suspeitas de Jackson Pollock são descobertas

As falsas pinturas de Jackson Pollock voltaram a virar noticia no circuito da arte. Desta vez, não é o extremo superior do …