Crise na Bienal do Mercosul: curadores renunciam e mostra se reduz

A 10ª Bienal do Mercosul está em crise profunda. A equipe curatorial, composta pelo historiador e crítico de arte Gaudêncio Fidelis (Brasil), como curador-chefe; o curador adjunto Marcio Tavares; e curadores assistentes Ana Zavadil, Fernando Davis, Raphael Fonseca e Ramón Castillo Inostroza; e Cristian G. Gallegos, como curador do programa educativo, três deles, Fonseca, Davis e Castillo, apresentaram oficialmente sua carta de demissão.

A crise econômica no Brasil causou um grande impacto no orçamento da Bienal, assim como a falta de patrocínio para financiar o transporte de um grande número de obras que seriam exibidas – exigência que, de acordo com Davis, nunca tinha mencionada – levando a Fundação Bienal do Mercosul tomar a medida unilateral, ou seja, sem consultar sua equipe curatorial, de apresentar apenas alguns dos trabalhos (e artistas), previamente selecionados em um trabalho de meses da equipe curatorial.

Apesar das graves circunstâncias, a Fundação Bienal continua empenhada em prosseguir com o cronograma, que já sofreu alterações. Segundo uma declaração pública do dia 4 de setembro, abertura foi adiada do dia 8 para o dia 23 de outubro e o encerramento de 22 de novembro para 6 de dezembro. Segundo a Fundação Bienal o atraso foi devido a “questões logísticas importação de obras de arte”.

A Bienal de 2015 deveria exibir 700 obras de 402 artistas de 21 países. Um número exorbitante e, portanto, suscetível a comprometer o transporte das obras, principalmente em um momento de crise. De acordo com Fernando Davis, em sua carta de demissão, toda esta situação poderia ter sido evitada se, meses atrás, antes do anúncio oficial da lista dos artistas participantes, fosse redefinido o projeto curatorial de acordo com a nova situação orçamental, quando tudo indicava que uma Bienal com essas dimensões era impraticável.

A Fundação decidiu manter apenas as obras da Bienal que estão fisicamente localizados no Brasil, obras dos países que contam com patrocinadores para financiar o transporte, e aquelas cujas características físicas (foto ou vídeo, por exemplo) permitem o envio de cópias para a exposição. Esta decisão, tomada unilateralmente pela Fundação Bienal, sem qualquer discussão prévia com a equipe curatorial, deixa de fora muitos artistas de países como Argentina, Colômbia, Chile, Peru e Venezuela, de acordo com Davis.

Compartilhar:
Notícias - 14/02/2016

Van Gogh e pós-impressionistas em São Paulo

O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), surpreende a a capital paulista com mais uma grande exposição, Vincent Van Gogh …

Notícias - 19/07/2018

Gosta de Street-Art? Conheça o Clube de Colecionadores Casa Jacarepaguá

A Casa Jacarepaguá é um espaço de criação e renovação.
Uma galeria de arte, residência artística e ateliê especializada em Street …

Notícias - 17/10/2014

Gotas de água são ampliadas em prédios em intervenção urbana

No Museu de Arte do Rio, gotas de água projetadas escorrerão pelas paredes no fim de semana entre 24 e …

Notícias - 16/03/2017

Escultura de Rodin nunca exposta é restaurada para exposição de Anselm Kiefer

Uma escultura de Auguste Rodin (1840-1917) deve ser exibida pela primeira vez no Musée Rodin em Paris neste mês, graças …

Notícias - 14/02/2019

Conheça o primeiro robô artista do mundo: AI-DA

Uma empresa britânica de engenharia de arte diz que criou o primeiro robô AI do mundo que pode desenhar pessoas …

Notícias - 02/06/2016

Jeff Koons por Damien Hirst

A Galeria Newport Street de Damien Hirst em Londres está apresentando uma mostra individual dos trabalhos do artista americano influente …

Notícias - 19/10/2017

Chapel Art Show comemora 50 anos e homenageia German Lorca

O Chapel Art Show comemora 50 anos de história traduzindo a trajetória da arte brasileira por meio de obras como …

Notícias - 23/08/2018

Real ou Fake? Conheça o Masterworks: sua chance de ter um Warhol ou Monet

Todos nós não merecemos possuir um Warhol? Alguns podem argumentar que, ao pagar impostos em museus públicos, nós o fazemos. …

Notícias - 05/10/2017

Após polêmica no Guggenheim, Christie's fica em alerta com obra de Damien Hirst com peixes vivos

Na sequência da recente controvérsia de Guggenheim – em que três obras que usam ou representam animais vivos foram retiradas de …

Notícias - 02/02/2017

Museu subaquático abre na Espanha

O primeiro museu totalmente subaquático da Europa abriu oficialmente em 10 de janeiro de 2017 no leito do oceano, ao …

Notícias - 22/05/2018

Robert Indiana, o artista pop das icônicas esculturas “LOVE”, morre aos 89 anos

Indiana foi uma figura integral no desenvolvimento da Pop Art , inspirando-se nos sinais encontrados nas rodovias americanas para criar seu estilo e …

Notícias - 06/09/2017

Projeto bilionário, o Louvre Abu Dhabi, abrirá as portas em novembro

A abertura do Louvre Abu Dhabi foi confirmada: 11 de novembro de 2017.

A inauguração ocorre uma década depois que a …