Claudia Jaguaribe em Basel

Até 21 de março, a Fundação Brasilea apresentará obras da artista brasileira Claudia Jaguaribe (Capa da edição n.43 da revista Dasartes) http://www.dasartes.com.br/pt_BR/a-revista

Nascida no Rio de Janeiro e residente em São Paulo desde a década de 1990. As obras da artista tem sido moldadas por uma investigação sobre as metrópoles e a natureza. Fortemente influenciada pelas atuais questões sócio-políticas de nosso tempo, a artista trata da dicotomia entre a urbanidade e a natureza. Suas obras tem como objetivo mostrar a relação de tensão entre o crescimento urbano e a paisagem; como a cidade recria o espaço urbano e modifica a natureza ao seu redor. A intenção da artista nao é documentar a realidade. Ela pretende amplificar através da justaposição de elementos uma visão de um futuro provável onde está contido uma crítica de como acontece o desenfreado desenvolvimento urbano.

As obras de Claudia Jaguaribe são baseadas em técnicas fotográficas, instalações de vídeo e trabalhos que embora trazem um aspecto documental vão além procurando enriquecer os registros com uma discussão da própria linguagem da fotografia.

As transições entre as metodologias aplicadas são fluidas. Isto forma o núcleo de suas criações: um desfoque de contornos, limites e da percepção da realidade. Ela trabalha com a matéria primordial da natureza como uma realidade determinada – e nos traz novas percepções. Este tipo de processo recria a realidade e traz imagens trabalhadas por um novo contexto influenciado por suas próprias experiências que criam a estrutura necessária da percepção.

A série de Claudia Jaguaribe, “Topografias“, que está sendo exibida na Fundação Brasilea, é um exemplo da sua forma de trabalhar misturando documentação com criação; entre as técnicas de produção e construção fotográfica. Através da composição de azulejos individuais para formar o complexo trabalho, cria-se a impressão de uma imagem fotográfica da realidade ainda que seja, na verdade, uma composição fictícia. Azulejos são grandes superfícies compostas por diversos quadrados parecido com um mosaico, uma forma herdada da herança portuguesa e incorporada as técnicas da fotografia de hoje.

O conceito da exposição explora nos 3 andares as diferentes abordagens pictóricas sobre os temas da natureza e da urbanidade e como estas se relacionam em diferentes formatos. No piso do porão a natureza é vista num grande painel com uma interferência gráfica que cria partes cobertas numa refêrencia ao desmatamento. No térreo, a urbanidade da cidade do Rio de Janeiro é abordada em diversas perpectivas repensando a relação do urbano com a natureza, tanto nas imagens da Série Entre Morros quanto na série Topografias. As outras duas series exibidas são: Homenagem a Hélio que mostra restos de construção encontradas em favelas do Rio que adquirem formatos de esculturas e a série Cacotocea onde a natureza é apropriada para criar azulejos numa crítica ao aquecimento e a consequente desertificação da paisagem brasileira. Por ultimo, temos os livros da artista expostos juntamente com a série das Bibliotecas – fotografias que criam um trompe l’oeil de uma biblioteca aonde livros com lombadas de florestas fazem uma alusão a preservação da memória da mata.

Fonte: Fundação Brasilea

Compartilhar:
Notícias - 14/12/2015

Biografia não-autorizada de Banksy chega ao Brasil

A Editora Nossa Cultura lança Banksy – Por trás das paredes, uma biografia que desvenda a arte do grafiteiro Banksy, …

Notícias - 26/01/2016

"Hélio Oiticica – Estrutura Corpo Cor" leva 60 obras do artista para Fortaleza

Dos originais parangolés aos bólides complexos, capazes de se remodelar com o olhar por meio de texturas, cores vivas e …

Notícias - 17/03/2015

Confira os artistas indicados para o Prêmio Pipa 2015.

Os artistas relacionados abaixo receberam indicações para a 6ª edição do Prêmio Investidor Profissional de Arte, o PIPA, pelo Comitê …

Notícias - 06/11/2018

FAMA inaugura três salas e expande a mostra O tridimensional na coleção Marcos Amaro

Disseminar a arte contemporânea brasileira é um dos pilares que regem a Fundação Marcos Amaro (FMA), instituição sediada na Fábrica …

Notícias - 24/10/2018

Escultura de Martin Luther King Jr. corre risco de ser removida

Um ativista da comunidade diz ter reunido mais de 6 mil assinaturas para substituir uma grande escultura de Martin Luther …

Notícias - 28/08/2015

Meio século de arrebatamento e prazer

Está na hora de clamar em alto e bom som – agora que a inauguração da exposição celebra meio século …

Notícias - 01/06/2017

Sotheby's leiloará bolsa com pó lunar estimada entre US$ 2-4 milhões

Em 1969, Neil Armstrong deu um “salto gigante para a humanidade” quando ele pousou na lua. Ele também coletou amostras …

Notícias - 14/01/2016

DASartes #44 já está na rede gratuitamente

A primeira edição de 2016 da Revista DASartes já está disponível em nosso aplicativo, que pode ser baixado gratuitamente na …

Notícias - 22/03/2018

Bienal de Sydney: Além do mero espetáculo

Há um trabalho simples e tranquilo do artista belga Michaël Borremans chamado “O Pão” (2012) este ano na Bienal de …

Notícias - 01/03/2018

III Circuito 10 Contemporâneo abre em Belo Horizonte

Veja a programação completa em nossa agenda.

Criar uma agenda comum que abre as portas para formar novos públicos, fortalecer o …

Notícias - 09/06/2016

Lygia Clark dos anos 50

A Alison Jacques Gallery em Londres abriu nova exposição individual com histórico das obras da década de 1950 de Lygia …

Notícias - 29/03/2018

Artista letão é acusado de promover canibalismo após performance controversa

O artista letão Arthur Berzinsh provocou uma repercussão on-line após a transmissão ao vivo de sua performance “canibal”, durante a …