Cientista brasileiro descobre segredo em desenho de Michelangelo

Um cientista brasileiro afirma que o pequeno esboço de um homem dobrado no canto do desenho de Michelangelo de Vittoria Colonna é, de fato, um auto-retrato do artista. Mas não reescreva seus livros didáticos de história da arte ainda: anteriormente, Deivis de Campos “encontrou” símbolos feministas no teto da Capela Sistina.

Oculto em um desenho de um dos artistas mais famosos do mundo é uma assinatura secreta, revelou um novo estudo.
Um auto-retrato de Michelangelo Buonarroti, camuflado durante séculos em um desenho feito pelo artista em homenagem a sua amiga, Vittoria Colonna, foi redescoberto.
Durante o tempo de Michelangelo, houve muitas restrições aos artistas e ao trabalho, incluindo a estipulação de que não deveriam assinar suas criações.
A caricatura, que pode ter sido uma maneira de contornar esta regra, poderia oferecer uma visão do corpo do artista e até mesmo de sua saúde, diz o pesquisador.

Os resultados foram feitos pelo Dr. Deivis DeCampos, pesquisador em anatomia humana na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, no Brasil.
Ele fez a descoberta graças à extensa pesquisa bibliográfica sobre o artista, bem como a uma visita ao museu da Casa Buonarroti em Florença, para investigar textos sobre esse período da vida do artista.
No retrato de sua amiga, criado pelo artista em 1525, ele encontrou uma pequena figura de pé na área imediatamente em frente ao seu abdômen e entre as linhas que fazem parte do vestido.

A caricatura está inclinada para a frente em um ângulo agudo, como se estivesse desenhando o retrato acima.
Falando para o MailOnline, o Dr. DeCampos disse: “Os resultados são surpreendentes e sem precedentes.
“Eu acredito que este estudo pode mostrar detalhes importantes da vida do artista que até agora não era conhecido.

“Este estudo fornece evidências de que, embora muito já tenha sido estudado em relação às obras de Michelangelo, ainda temos muito a descobrir.
“Em todos os trabalhos do artista, é sempre possível descobrir alguns fatos surpreendentes, geralmente associados a algum símbolo”.
O Dr. DeCampos vem estudando amplamente os trabalhos de Michelangelo nos últimos cinco anos.
Ele já publicou vários artigos sobre as novas descobertas que encontrou dentro deles.
Um dos desenhos mais conhecidos de Michelangelo ilustra um soneto destinado a seu amigo íntimo, Giovanni da Pistoia, de acordo com o Dr. DeCampos.

Esta não é a primeira vez que o Dr. DeCampos revelou significados ocultos na arte do mestre do Renascimento.

Em setembro de 2016, ele apareceu nas manchetes com afirmações de que o enorme e belo afresco que atravessava o teto da Capela Sistina possuía um segredo feminista que passava despercebido pelas estritas autoridades religiosas que o encomendaram.

 

Compartilhar: