Carmen Herrera bate recorde de vendas pela Phillips

Na noite de vendas de Arte Contemporânea e Século 20 da Phillips, ontem, em Nova York, apenas dez lotes não foram vendidos, incluindo uma pintura de combustão de madeira fortemente promovida por Alberto Burri (estimado entre US $ 10 milhões e 15 milhões); uma “Pintura Cinzenta” da estrela de mercado historicamente confiável Christopher Wool (estimado entre US $ 4 milhões e seis milhões); e o lote da capa do catálogo, uma pintura de Jackson Pollock que pertenceu a Nelson Rockefeller (estimado na região de US$ 18 milhões).

A casa esperava aproveitar o momento de sua venda contemporânea de US$ 135 milhões em Londres em março, que foi a mais bem-sucedida até hoje. Mas, em Nova York, atraiu US$ 88,5 milhões. Apesar de 78% dos lotes serem novos no mercado, o evento vendeu 82% por lote e 71% por valor.

De acordo com Kaeli Deane, chefe de arte latino-americana da Phillips, quando ela sugeriu obras de arte latino-americanas para colecionadores mais gerais no passado, a designação provou ser uma pedra no sapato: “[Eles] frequentemente tinham uma reação do tipo “Bem, eu realmente não coleciono arte latino-americana”. Ela acredita que esse não é mais o caso, especialmente porque artistas como Carmen Herrera agora comandam preços recordes em vendas contemporâneas em geral. De fato, nos últimos três anos, a casa de leilões estabeleceu um recorde de leilão para a pintora abstrata cubana, e seu “Blanco y Verde” (1966), foi arrematado acima da estimativa nesta noite (15 de novembro) pela Phillips e continuará a tendência já que alcançou sua alta estimativa de US$ 1,5 milhão.

“La Lune” (1946), de Henri Laurens, estabeleceu um novo recorde para o artista quando foi vendido por US$ 2,1 milhões. Amy Sillman, também vendido por um preço recorde de US$ 855.000, enquanto Carmen Herrera mais do que duplicou o seu recorde anterior de US$ 1,1 milhões com a venda de sua “Blanco y Verde” (1966) por US $ 2,6 milhões. Enquanto isso, o queridinho do mercado KAWS continuou sua tendência com a venda recorde de sua pintura “Untitled” (Fatal Group) (2004) por US$ 2,7 milhões; Sua escultura monumental “CLEAN SLATE” (2014) foi de US$ 1,9 milhão.

“Estamos obviamente muito satisfeitos com o KAWS e o Miro”, disse Dolman. “Esses preços são extraordinários e o fenômeno KAWS continua.”

Coincidindo com sua retrospectiva no Museu Whitney, “Gun” de Andy Warhol (1981-1982), descrito pela Phillips à frente da venda como “a obra mais significativa por Warhol no mercado nesta temporada, encontrou uma nova casa quando mudou de mãos por US$ 9,5 milhões, tornando-se o segundo trabalho mais caro da noite. “É bom ver um preço tão sólido para a Warhol, porque o mercado de Warhol tem sido um pouco imprevisível”, disse Dolman.

Compartilhar:
Notícias - 31/10/2018

MASP comemora 50 anos do edifício icônico de Lina Bo Bardi com seminário internacional

Na década de 1960, a grande novidade na paisagem da avenida Paulista foi a construção do MASP, projeto da arquiteta …

Notícias - 31/03/2014

Abertura da exposição Ladies Room Around The W...

Abertura da exposição Ladies Room Around The W…OS Sonia Balady

Notícias - 14/12/2017

Damien Hirst conta que sua polêmica exposição em Veneza vendeu mais de US$ 300 milhões

“O dinheiro é uma ótima maneira de chamar a atenção das pessoas”, disse Damien Hirst, sentado em uma sala de …

Notícias - 21/04/2016

34ª edição da Art Brussels 2016

A 34ª edição da Art Brussels estreia em um novo espaço, Tour & Taxis, um prédio da Alfâandega do século …

Notícias - 07/12/2017

Patricia Rebello vence Concurso Garimpo 2017 pela escolha do júri

Selecionada pela Dasartes entre os finalistas do Concurso Garimpo 2017, a artista Patrícia Rebello tem na mistura entre técnicas artísticas e registro …

Notícias - 11/10/2017

Solange Farkas (Videobrasil) vence o prêmio Montblanc de la Culture Arts Patronage

Aconteceu na noite desta terça-feira, dia 10/10, a entrega do Prêmio Montblanc de la Culture Arts Patronage, instituído pela Fundação …

Notícias - 10/04/2015

SP-Arte 2015 supreende em vendas e público

Com expectativas em baixa, expositores da SP-Arte estavam sorridentes no primeiro dia de abertura da feira ao grande público, quinta …

Notícias - 17/03/2015

Gonçalo Ivo apresenta sua primeira exposição individual na Espanha.

O pintor Gonçalo Ivo, radicado há 15 anos em Paris, realiza exposição individual na Galeria Materna y Herencia, Calle Ruiz …

Notícias - 31/03/2014

Abertura da exposição de Daniel Arsham

Abertura da exposição de Daniel Arsham na Baró G… Carolina Krieger

Notas - 02/07/2015

Exposição reúne trabalhos de 33 artistas contemporâneos brasileiros na Caixa Cultural Rio

A exposição Ficções, que será inaugurada no dia 11 de julho (sábado), às 16h, na CAIXA Cultural Rio de Janeiro, …

Notícias - 04/05/2017

Veja preview do leilão de Fotografias da Phillips Londres

O quê: Venda de fotografias

Onde: Phillips, 30 Berkeley Square, Londres

Quando: 18 de maio, 2 pm BST

Visitas Públicas: 12 de Maio, …

Notícias - 03/08/2017

Dasartes lança seu 1º Concurso para novos autores

Em sua missão de incentivo à critica e literatura em arte, a Dasartes lança seu primeiro concurso para autores. Estamos …