Capela Rothko é alvo de vandalismo por supremacistas brancos

Uma das instituições culturais mais queridas de Houston, a Capela Rothko, foi alvo de vandalismo na sexta-feira passada. Tinta foi derramada perto da entrada e na piscina refletindo a famosa escultura “Obelisco Quebrado”, de Barnett Newman, que é dedicada ao Dr. Martin Luther King Jr. O chão também estava cheio de panfletos com a frase “Não há problema em ser branco.”

A boa notícia é que nada foi permanentemente danificado, então os visitantes de Houston ainda podem continuar a desfrutar da capela. A má notícia é que, mais uma vez, a cidade mais diversificada da América é forçada a lembrar que temos um grupo de supremacistas brancos com problemas mal resolvidos no meio de nós.

David Leslie, o diretor, disse que em vez de esconder o ato de ódio dos visitantes enquanto a pintura estava sendo limpa, os docentes foram abertos com a presença dos visitantes de uma forma que puderam continuar honrando Martin Luther King Jr., a quem Newman dedicou sua escultura. “Queríamos continuar a nos envolver com os visitantes”, disse Leslie. “Nossa primeira resposta foi abrir de novo o mais rápido possível e não permitir que algo como isso silenciasse nossa mensagem”.

A capela Rothko – que foi projetada por Mark Rothko como um lugar para paz e introspecção, e contém 14 obras encomendadas pela familia Menils seis anos antes de sua morte – fica ao lado da Coleção Menil, a instituição que abriga a coleção do falecido casal de Houston. A dupla usou a fortuna do petróleo para montar uma das maiores coleções de arte da história do Texas e promover os direitos civis em uma cidade cada vez mais dividida. Eles apoiaram uma arrecadação de fundos para o Dr. King em 1967, e quando, mais de uma década depois, um spray racista pintou “White Power” e uma suástica na base do obelisco de Newman, houve manifestações pacíficas, e Dominique disse que o vandalismo deveria permanecer como um “distintivo de honra”.

O Rothko está considerando adicionar mais câmeras e outras medidas de segurança em resposta. Eles tinham uma segurança mínima antes, porque, seriamente, quem destrói a Capela Rothko?

Compartilhar: