Art Basel encerra processo contra Adidas que usou a marca em seus tênis

A Art Basel e sua empresa sede suíça, o grupo MCH, resolveram seu processo legal contra a Adidas sobre a criação de uma edição limitada onde a gigante do vestuário esportivo alemão usava a marca registrada da feira de arte. Os tênis foram distribuídos gratuitamente durante Art Basel Miami Beach no ano passado.

Em um comunicado, a Adidas reconhece que “não obteve uma licença para usar a marca Art Basel para esses tênis, e a Adidas não foi parceira ou patrocinadora do show Art Basel”. A empresa de roupas acrescenta: “A Adidas lamenta essas ações e agradece que o processo arquivado pela Art Basel tenha sido resolvido amigavelmente”.

Os termos do acordo não estão sendo divulgados, mas Art Basel buscou danos e a destruição dos sapatos “ofensivos”, que já estavam disponíveis no eBay com um preço inicial de cerca de US$ 249. Cerca de 1.000 pares de tênis esportivos EQT personalizados foram feitos, com as palavras Art Basel na língua.

Um porta-voz da Art Basel diz que a feira está “satisfeita com este acordo, pois demonstra seu esforço bem sucedido para proteger ativamente sua marca contra infrações de marca registrada”.

Compartilhar: