Vânia Medeiros ilustra arte para grupo de teatro independente

A artista plástica, ilustradora e cenógrafa Vânia Medeiros é graduada em Comunicação pela Universidade Federal da Bahia e pós-graduada em Linguagens Artisticas Combinadas em Buenos Aires, Argentina. Desde 2007 realiza trabalhos cujo suporte é o espaço, como instalações, intervenções e performance, que foram apresentadas em espaços como o MAC da USP (SP) e o Tsonami Festival de Arte Sonoro (BsAs, Argentina). Ministra cursos sobre arte contemporânea na Universidade de Guarulhos e Escola São Paulo de Artes do Palco.

Convidada anteriormente pelo ator e diretor Leonardo Medeiros para ilustrar as artes de divulgação da peça “As palavras da chuva” de Tennessee Williams, novamente é chamada para ilustrar a arte das versões gay e lésbica da peça com seu trabalho de desenhos gráficos.

Veja abaixo detalhes sobre a estréia de hoje e texto do diretor Leonardo Medeiros.

CHUVA G
Tennessee Williams, notório homossexual, escreveu sua obra nos anos 1940/50, quando a homossexualidade não tinha voz, e sua manifestação era passível de criminalização.
O Teatro da Rotina, em seu trabalho de pesquisa junto a esse dramaturgo, um dos mais significativos e montados do século XX, encontrou sua voz oculta sob os personagens femininos.
Blanche Dubois (Um Bonde Chamado Desejo), Maggie the Cat (Gata em Teto de Zinco Quente), Laura Wingfield (Zoológico de Vidro), entre tantas outras, parecem transbordar sua inadequação e, em um exercício imaginativo, abandonadas as restrições de gênero, gritam a voz de um homossexual reprimido.
O mesmo acontece em “As Palavras da Chuva” (1953), onde um casal de jovens sulistas perdidos na metrópole discute as amarras do amor. Ele (chamado na peça de HOMEM), ao que tudo indica um tipo de “michê” ou “acompanhante”, vaga pela cidade em busca de dinheiro para sustentar a amante sociopata. Ela, (chamada na peça de MULHER), silenciosa, febril, desconexa e inadequada, aguarda por seu amante entre surtos psicóticos. Ele clama por ouvir a voz dela, que nas palavras dele, podem recuperar o amor perdido.
Nos exercícios de pesquisa de linguágem da Companhia, algumas vezes invertendo o gênero dos personagens, percebemos que o discurso da MULHER ganha inesperada e grandiosa eloquência na voz de um homem. Encontramos mais uma personagem feminina ocultando os sonhos íntimos de um autor encarcerado.
Nada mais natural para a Companhia, dedicada à pesquisa de linguágem, do que trazer à tona o Tennessee Williams submerso por baixo desse exótico personagem feminino.
Assim, o Teatro da Rotina apresenta sua versão gay dessa pequena pérola da dramaturgia, As Palavras da Chuva, peça que inaugurou nosso teatro/sede e permanece por mais de um ano em cartaz, com sucesso de crítica e grande aceitação do público.

TEATRO – GLS
CHUVA G
de Tennesse Williams
direção Leonardo Medeiros
com Antonio Motta e Marcos Reis
Um casal encharcado pela chuva discute o abandono e a recuperação do amor.
Segundas feiras 21:00h
TEATRO DA ROTINA
Rua Augusta 912

Compartilhar:
Notícias - 24/10/2018

Escultura de Martin Luther King Jr. corre risco de ser removida

Um ativista da comunidade diz ter reunido mais de 6 mil assinaturas para substituir uma grande escultura de Martin Luther …

Notícias - 31/03/2014

Conheça o Conselho do Patrimônio Museológico

O Jornal Folha de São Paulo divulgou os representantes da sociedade civil que comporão o Conselho do Patrimônio Museológico, responsável …

Notícias - 21/02/2019

Escultura permanente de Richard Serra no IMS Paulista

Um dos artistas mais importantes da arte contemporânea, o escultor norte-americano Richard Serra (1938) tem sua primeira obra aberta à …

Notícias - 08/07/2014

Banco do Brasil de Nova Iorque exibe a exposição "Brasil, Arte & Futebol"

A Copa do Mundo é sempre uma oportunidade de celebrar o futebol entre as nações, mas esse motivo pode ser …

Notas - 17/04/2018

França inaugura novo museu com projeto da arquiteta brasileira Elizabeth de Portzamparc

A inauguração do “Musée de la Romanité”, em Nîmes, na França, projetado pela arquiteta e urbanista brasileira Elizabeth de Portzamparc …

Notícias - 12/09/2017

Artistas promovem abaixo-assinado para reabertura de exposição censurada no Santander Cultural

Artistas e envolvidos das artes visuais se mobilizam em abaixo-assinado para pedido de reabertura da exposição “Queermuseu – cartografias da …

Notícias - 15/12/2016

A Arte italiana povera de Michelangelo Pisoletto

A GAMeC (Galleria D’Arte Moderna e Contemporânea) em Bergamo, está hospedando uma exposição intitulada ‘Immagini in più, Oggetti no meno, …

Notícias - 09/01/2015

Museu Nacional de Belas Artes comemora 78 anos

Na próxima terça-feira (13/01), o Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), vinculado ao Ministério da Cultura, completará 78 anos. Em …

Notícias - 03/08/2017

Ame ou odeie os tesouros de Damien Hirst. Saiba tudo sobre a exposição mais polêmica do ano

POR CONSTANÇA BASTO

Polêmicas ao redor da exposição “Treasures from the Wreck of the Unbelievable”, de Damien Hirst

A exposição se mostrou …

Notícias - 13/06/2018

Filha processa seu pai por causa da pintura de Jean-Michel Basquiat

Uma feroz guerra familiar explodiu com a venda de “Flesh and Spirit” (1982-83), de Jean-Michel Basquiat, uma pintura a óleo …

Notícias - 08/01/2019

Bienal de Curitiba | 25 Anos é prorrogada até março

Em 2018, Bienal de Arte Contemporânea de Curitiba completou 25 anos de atividade. Como comemoração, elaborou uma programação especial com …

Notas - 07/06/2015

A arte da Espera

O atendimento de callcenter das empresas de telefonia, TV a cabo e internet na hora de cancelar o serviço é …