Foto: Marcus Schneider

DASARTES 83 /

Resenha

Veja resenha da mostra Conversa com a parede de Carla Guagliardi na Galeria Kajetan, em Berlim. Por Sylvia Carolinne.

Em sua primeira exposição na recém-inaugurada galeria Kajetan Berlin, a artista expõe três obras onde a temporalidade e a vulnerabilidade se encontram constantemente presentes por meio da precariedade de equilíbrios e interdependência dos objetos.

Pela própria materialidade e contraste dos componentes escolhidos, para participarem de suas obras, a questão da iminência do esgotamento físico acaba por ser mais um item a acrescer, no que pertence aos elementos usados por Guagliardi, para desenvolver sua linha de pensamento e experimentos de materiais.

Na instalação Conversando com a Parede, que dá nome à exposição, a elasticidade e a rigidez contrastantes dos materiais compõem a obra através de um único fio elástico, tensionado em looping ao longo de uma parede de oito metros. Sustentados por pressão, pedaços de madeira e papelão vivem uma harmonia interdependente precária, à qual o tempo ditará as mudanças e os futuros reajustes para a manutenção do status quo do conjunto.

Na escultura Partitura VI (Horizontal), segunda obra exposta, sete bolas de espuma rígida em diferentes tamanhos intercaladas por sete pranchas de madeira continuam a apresentar o pensamento da artista na questão da vulnerabilidade do equilíbrio. Expõem uma questão cujo conceito pode ser aplicado em nosso dia a dia, em uma constante tensão, união e colaboração das partes do sistema, onde o espaço contribui como elemento de visibilidade macro desse equilíbrio.

Finalizando, a obra Mais do que cheia completa por esclarecer, sem deixar qualquer dúvida, a existência do invisível. A materialidade do ar, percebido mas não visto, dentro do balão de látex vermelho e dos tubos de vidro que integram a última peça, ajuda-nos a ativar a percepção do nosso entorno para além do que pode ser visto.

O suave e o bruto, o leve e o pesado, o frágil e o resistente. Todos os elementos em dualidade, presentes nas obras, que se completam com a apropriação do espaço como parte fundamental de sua pesquisa escultórica.

Esta é uma exposição que somente in loco conseguimos entender e ter a dimensão real do pensamento da artista. Vale a visita!

Galeria Kajetan – Raum für Kunst • Berlim • 9/2 a 13/4/2019

Compartilhar:

Confira outras matérias

Garimpo

Luiz Escañuela

Desde o advento da arte moderna, a pintura de caráter representativo ora é combatida, ora é celebrada pela crítica. Clement …

Do mundo

Dora Maar

A obra e a personalidade de Dora Maar (1907-1997) fazem dela, no momento, um tema de estudo e pesquisa dos …

Alto relevo

Frank Bowling

Frank Bowling nasceu em 1934, na Guiana (então Guiana Britânica), América do Sul. Em 1953, deixou sua cidade natal, New …

Destaque

Hudinilson Jr.

A Galeria Jaqueline Martins expõe obras de Hudinilson Jr. (1957-2013), algumas delas inéditas, em uma mostra que carrega o nome …

Reflexo

Bruno Vilela

Em fevereiro de 2019, embarquei em uma aventura para a Índia. Meu primeiro objetivo era fotografar o mais importante festival …

Entrevista

Ai Wei Wei

Ai Weiwei é o mais politizado artista da China, se não do mundo. Raras são suas obras que não criticam …

Matéria de capa

58ª Bienal de Veneza

A 58th Bienal de Veneza, intitulada May You Live in Interesting Times (Que você viva em tempos interessantes), inaugurou no …

Flashback

Joaquín Sorolla

A última vez que Sorolla expôs suas obras em Londres, nas Galerias Grafton em 1908, foi chamado de “o melhor …

Do mundo

Bernard Frize

Por mais de 40 anos, Bernard Frize vem desenvolvendo um trabalho com restrições. De sua primeira série, que foi traçar …

Panorama

Gilvan Samico

Às vezes, no mundo da arte, o tempo não corre com a cronologia feroz e imperiosa, mas se pauta por …

Reflexo

Luciano Figueiredo

Série KINOMANIA, década 1980/90

Iniciei a série Kinomania em 1995, com desenhos, pinturas e colagens a partir do filme Cidadão Kane, …

Garimpo

Patrícia Chaves

Nascida em Niterói, a artista Patrícia Chaves, graduada em Pintura pela Escola de Belas Artes da UFRJ, expõe em sua …

Resenhas

Resenhas

Denise Milan • Glasstress 2019 • 9/5 a 24/11/2019 • Berengo Art Space Foundation • Murano – Itália
POR LICA CECATTO

O …

Matéria de capa

Dorothea Tanning

Dorothea Tanning nasceu em 1910 no estado de Illinois, em Galesburg, uma típica cidade pequena do centro-oeste americano. Ao longo …

Flashback

Rembrandt van Rijn

Sempre inovador e, com frequência, provocante, Rembrandt balançou o mundo da arte na Era de Ouro. Este ano marca o …