Porque ter um Personal Collector

© Imagem

Como começam as coleções? Amor por objetos e obras, uma coleção herdada que se continua, desapercebidamente comprando um item, depois mais outro…

São tantas e tão abrangentes as razões para colecionar, que é difícil definir este ser tão especial, o colecionador. Ele ama suas peças, tem ciúme, sofre e vibra quando acrescenta outra aquisição à sua coleção. Quanto maior a coleção, maior a dificuldade em mantê-la organizada e coerente, e aí surge a necessidade do personal collector, um conselheiro pessoal para ela.

Entre outras funções, ele irá inventariar e catalogar as peças, indicar a procedência, origem e data da compra. Também é papel do personal collector projetar apoios, prateleiras ou ganchos, assim como iluminação e climatização, para ao mesmo tempo exibir a coleção e protegê-la da poeira, da umidade e, principalmente, de mãos menos experientes. Ele é responsável pela limpeza periódica, manutenção e eventual restauro de alguma peça.

Compartilhar: