© Museu Nacional de Bellas Artes

Há décadas os brasileiros visitam Buenos Aires e nada indica que isso vá mudar. Atualmente, é raro quem não conheça a capital argentina, por sua atmosfera europeia que tanto nos encanta e também pelo câmbio atualmente favorável. As agências brasileiras oferecem pacotes que saem mais baratos do que uma viagem ao Nordeste brasileiro. Para aqueles que preferem ir por conta própria, algumas dicas são importantes. Os hotéis de quatro estrelas lá equivalem aos de três estrelas daqui, mas os de cinco estrelas são tão bons e caros quanto no Brasil. Em compensação, a alimentação e táxi são mais em conta. Para facilitar nosso tour, a cidade foi separada por bairros. Além das dicas expostas, há muito mais para se conhecer em Buenos Aires, como o Museu Evita, ainda em fase de reformas, o incrível Porto Madero, a feira de San Telmo. Vale a pena também conhecer a gigantesca escultura em forma de flor (Av. Figeroa Alcorta), construída inteiramente de aço e alumínio. É a Floralis Generica – cujas “pétalas”, graças a um sofisticado sistema, ficam mais abertas durante o dia e vão fechando à medida que vai anoitecendo.

Enfim, uma cidade com ritmo próprio, que vai do clássico ao rock, mas com certeza tudo acaba em tango!

Recoleta:

Museo Nacional de Bellas Artes
Av. del Libertador, 1.473. Tel.: +54 (11) 4803-0802 / -8814.
Ter-Sex, 12h30-20h30. Sáb-Dom e feriados, 9h30-20h30.

O Museu Nacional de Belas Artes de Buenos Aires tem a mais importante coleção de pinturas europeias da América, além de um grande acervo de obras dos mais destacados pintores e escultores argentinos.

Basilica Nuestra Señora del Pilar
Junín, 1.904. Tel.: +54 (11) 4806-2209 / 4803-6793.
Localizada em frente à Plaza Francia, é uma das igrejas mais singelas da capital, construída em 1732 pelos jesuítas com linhas barrocas e fachada pintada de branco.

Cementerio de la Recoleta
Junín, 1.760. Tel.: + 54 (11) 4803-1594.
Um passeio clássico para quem visita a cidade. É um dos cemitérios mais visitados do mundo. Abriga tumbas famosas, como de Evita Perón.

Centro

Casa Rosada
Hipólito Irigoyen, 219. Tel.: + 54 (11) 4344-3802. Visitas guiadas: Seg-Sex, às 11h e 16 h.
A casa do governo argentina, que abriga um museu, está localizada na Plaza de Mayo.

Palermo

Museo Nacional de Arte Decorativo
Av. del Libertador, 1.902. Tel.: +54 (11) 4801-8248 / 4806-8306. Ter-Dom, 14h-19h.
Na Avenida del libertador, encontra-se o Museu Nacional de Arte Decorativa, com sua extensa coleção de móveis, esculturas, tapetes, porcelana e cristais. É possivel ainda assistir palestras sobre arquitetura e design.

Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires – Colección Costantini (MALBA)
Av. Figueroa Alcorta, 3.415. Tel.: +54 (11) 4808-6500. Qui-Seg, 12h-20h. Qua, 12h-21h.
O museu exibe acervo particular do colecionador argentino Eduardo Costantini e conta com um total de mais de duzentas obras dos principais artistas latino-americanos, como Diego Rivera, Tarsila do Amaral e Lygia Clark.

Compartilhar: