© Divulgação

DASARTES 33 /

Deslize

Deslize

Desde o dia 14 de janeiro, o Museu de Arte do Rio (MAR) abriga uma exposição cujo eixo curatorial foi pensado a partir de um tema inusitado: Deslize <Surfe Skate>, traz cerca de 120 obras – fotografias, pinturas, objetos, desenhos, videoinstalações, entre outros suportes – apresentando ao público uma perspectiva histórica dos esportes, com informações e imagens selecionadas a partir de um arco temporal que vai de 1778, quando foram feitos os primeiros desenhos dos habitantes do Havaí surfando, até discussões públicas sobre o lugar dessas atividades no Brasil. Entretanto, a mostra não é composta apenas de arte em seu sentido mais convencional. Com um olhar irreverente, o curador da exposição, Raphael Fonseca, levou brinquedos como Barbie, Mickey e Playmobil para também deslizarem com suas pranchas de surfe e skates pelas paredes do museu, propiciando, assim, um novo pensamento sobre “o lugar da cultura visual contemporânea na sua relação com esses elementos”.

Na mostra, é possível ver ainda parte da coleção de pranchas do ícone nacional Rico de Souza; objetos relacionados ao skate de Eduardo Yndyo, possivelmente o maior colecionador do esporte no Brasil; e obras de artistas que lançaram um olhar sensível e crítico sobre o surfe, o skate e aspectos das culturas de praia e urbana, como o australiano ShaunGladwell e o paulistano Fabiano Rodrigues, que vem desenvolvendo autorretratos andando de skate em prédios modernos e instituições artísticas pelo Brasil e pelo mundo.

Parte da programação de verão do MAR, Deslize <Surfe Skate> – em cartaz até 27 de abril – tem extrapolado os limites da mostra com uma série de atividades alternativas, como intervenção dos grafiteiros Artur Kjá e Fábio Birita, convidando o espectador a realizar suas próprias manobras por entre a exposição, conhecer e ativar camadas possíveis que as práticas e o imaginário do surfe e do skate podem despertar.

Compartilhar:

Confira outras matérias

Matéria de capa

Alphonse Mucha

Alphonse Mucha é hoje um dos artistas tchecos mais famosos do mundo. Nascido em 1860 na região da Morávia, ganhou …

Destaque

Rosana Paulino: a costura da memória

Voz singular em sua geração, Rosana Paulino surgiu no cenário artístico paulista em meados dos anos 1990, propondo, de modo …

Do mundo

Anni Albers

Anni Albers começou seus estudos na Escola Bauhaus em Weimar em 1922. Apesar de seu desejo inicial de ser pintora, …

Reflexo

Vinicius SA por ele mesmo

O pensamento científico me influencia pela racionalidade, pelo cálculo e pela possibilidade de antever meus projetos. A prática artesanal é …

Garimpo

Marcel Diogo

A escolha dos leitores da Dasartes para o concurso Garimpo Online 2018/2019 é Marcel Diogo, somando a votação no site …

Resenhas

Resenhas

Intempéries permanentes e Ultramar
Referência Galeria de Arte
Intempéries permanentes – visitação até 23 de fevereiro
Ultramar – visitação até 26 de janeiro
POR …

Destaque

Jean-Michel Basquiat na Fundação Louis Vuitton

Inquebrável

Parece que palavras “tour de force” foram criadas para a exposição épica de Jean-Michel Basquiat na Louis Vuitton Foundation. A …

Matéria de capa

Andy Warhol: de A para B e vice-versa

“Eles não queriam meu produto. Ficavam dizendo ‘queremos sua aura’. Nunca entendi o que queriam.” – Andy Warhol
Esse trecho tirado …

Flashback

Constantin Brancusi

Constantin Brancusi (1876-1957) exibiu pela primeira vez sua escultura em Nova York, no Armory Show de 1913, ao lado de …

Do mundo

Jaume Plensa

“A escultura é a melhor maneira de fazer uma pergunta.” Jaume Plensa

“Firenze II”, de 1992, é um enorme ponto de interrogação …

Destaque

A vizinhança de Lucia Laguna

As pinturas de Lucia Laguna são inseparáveis do local onde foram feitas: o ateliê-casa da artista e os arredores do …

Garimpo

Gunga Guerra

Nascido em Moçambique e radicado no Rio de Janeiro, Gunga Guerra é a escolha do conselho editorial da Dasartes para …

Resenhas

Resenhas

Amsterdam Art Week
Museus e Galerias • Amsterdã • Países Baixos • 22 a 25/11/2018
POR SYLVIA CAROLINNE

Diversas foram as aberturas ao …

Matéria de capa

Os contos cruéis de Paula Rego

 

“Os contos cruéis”, de Paula Rego, exposição inaugurada em outubro no Museu  L’Orangerie, em Paris, marca um momento importante na …

Flashback

Pieter Bruegel, o velho

Bruegel é um moralista ou fatalista? Otimista ou cínico? Humorista ou um filósofo? Camponês ou habitante da cidade? Folclorista ou …