DASARTES 12 /

Bárbara Wagner

Gabriella Netto e Bárbara

A foto acima faz parte da série Cambinda do Cumbe da fotógrafa Bárbara Wagner, que para tal frequentou três maracatus (Estrela Brilhante, Águia Dourada e Cambinda do Cumbe) em Nazaré da Mata, área rural de Pernambuco, nos ensaios que antecederam o carnaval de 2008. Despidos de sua indumentária folclórica e turística, Bárbara desconstrói o imaginário popular do caboclo brincante e, com uma pegada ao mesmo tempo documental e fictícia, aproxima cotidiano e arte com certa ironia, na tradição de fotógrafos como Robert Frank e Martin Parr.

O flash em ambientes de luz que prescindiriam seu uso confere ao ensaio um traço do fotojornalismo e da publicidade, áreas em que Bárbara atuou antes de se dedicar à fotografia artística. Bárbara justifica seu uso “É uma espécie de assinatura. As pessoas gostam do flash, sentem-se importantes. Além de ser um atestado da minha presença”. A fotógrafa costuma fazer um trabalho de pesquisa amplo antes de sair em campo para fotografar. “Não tem a ver com estar em um ateliê e ter uma inspiração. É um trabalho de articulação”

Em um ensaio anterior, Brasília Teimosa, Bárbara fotografou, com uma câmera digital 35 mm e flash, pessoas comuns como celebridades na praia da comunidade que leva este nome, em uma espécie de editorial de moda periférico. Explorando estereótipos com uma estética pop e kitsch, inseriu seu comentário acerca dos valores de aparência e comportamento desta comunidade.

Compartilhar:

Confira outras matérias

Destaque

Jean-Michel Basquiat na Fundação Louis Vuitton

Inquebrável

Parece que palavras “tour de force” foram criadas para a exposição épica de Jean-Michel Basquiat na Louis Vuitton Foundation. A …

Matéria de capa

Andy Warhol: de A para B e vice-versa

“Eles não queriam meu produto. Ficavam dizendo ‘queremos sua aura’. Nunca entendi o que queriam.” – Andy Warhol
Esse trecho tirado …

Flashback

Constantin Brancusi

Constantin Brancusi (1876-1957) exibiu pela primeira vez sua escultura em Nova York, no Armory Show de 1913, ao lado de …

Do mundo

Jaume Plensa

“A escultura é a melhor maneira de fazer uma pergunta.” Jaume Plensa

“Firenze II”, de 1992, é um enorme ponto de interrogação …

Destaque

A vizinhança de Lucia Laguna

As pinturas de Lucia Laguna são inseparáveis do local onde foram feitas: o ateliê-casa da artista e os arredores do …

Garimpo

Gunga Guerra

Nascido em Moçambique e radicado no Rio de Janeiro, Gunga Guerra é a escolha do conselho editorial da Dasartes para …

Resenhas

Resenhas

Amsterdam Art Week
Museus e Galerias • Amsterdã • Países Baixos • 22 a 25/11/2018
POR SYLVIA CAROLINNE

Diversas foram as aberturas ao …

Matéria de capa

Os contos cruéis de Paula Rego

 

“Os contos cruéis”, de Paula Rego, exposição inaugurada em outubro no Museu  L’Orangerie, em Paris, marca um momento importante na …

Flashback

Pieter Bruegel, o velho

Bruegel é um moralista ou fatalista? Otimista ou cínico? Humorista ou um filósofo? Camponês ou habitante da cidade? Folclorista ou …

Do mundo

O estranho mundo de Edward Burne-Jones

O nome Edward Burne-Jones (1833-1898) pode não ser tão familiar hoje como era antes, mas sua arte está ao nosso …

Reflexo

Hugo França

Cadeira Canoa

A “Cadeira Canoa” remete ao começo de tudo e também a um marco da minha carreira. Meu contato com …

Destaque

Sonia Gomes: ainda assim me levanto

“Ainda assim me levanto” apresenta a extraordinária contribuição da artista Sonia Gomes para a linguagem da escultura contemporânea. As obras …

Outras notas

Laércio Redondo: Relance

A pesquisa do artista brasileiro Laércio Redondo, que vive entre a Suécia e o Brasil, envolve a memória coletiva e …

Destaque, materia, yves klein

Yves Klein - Cronologia

CRONOLOGIA

1928 – Nasce em Nice, filho de um casal de artistas.
1947 – Inicia seus estudos do Judô e, no Clube …

Destaque, materias

57ª Bienal de Veneza

Viva Arte Viva

A 57ª Bienal de Arte de Veneza intitulada “Viva Arte Viva” inaugurou no início do mês de maio, …