Arte Plural Galeria

Desde que foi inaugurada em maio de 2005, no histórico Bairro do Recife, a Galeria Arte Plural fez do ambiente um espaço múltiplo, abrigando as mais diversas manifestações artísticas. Ao cumprir à risca o propósito inicial de incentivar a formação de um pólo de produção, discussão, debates e encontros em torno do amplo mundo das artes, a Arte Plural ocupa lugar próprio no cenário cultural. Durante todo o ano, a galeria abre as portas de um sugestivo sobrado na Rua da Moeda, onde está instalada, para quantidade, variedade e qualidade de eventos artísticos, incorporando sua agenda à agenda artística da cidade do Recife.

A partir da exposição de abertura “A chama da Reinvenção”, do artista plástico Tiago Amorim, o espaço passou a promover inúmeros eventos entre mostras de pintura, desenho, cerâmica, adereços, porcelana, objetos, fotografia, além de cursos, debates, palestras e, ainda, um bom café e bate-papos descontraídos com artistas. Para receber tanta pluralidade, a galeria conta com áreas adequadas. São mostras, lançamentos, palestras, cursos e projeção de filmes, tudo distribuído pelos quatro cantos do espaço. Trilhos suspensos de luminárias, displays de sanduíches de vidros temperados e projetores de imagens compõem o acervo de equipamentos apropriados para as diversas atividades do ambiente.

A fotografia também passou a contar com um lugar cativo para o debate de idéias e experiências do setor. Com inovação, foi inaugurado o hábito de reunir os profissionais da imagem, nos eventos Terça Foto, que promove encontros com fotógrafos do top de João Urban, Yêda Bezerra de Mello, Geyson Magno, Marcelo Lyra, Thomas Baccaro, Luiz Santos, Mateus Sá, Beto Figueiroa, Sérgio Lobo, Alexandre Severo, Marcelo Mesel, Gustavo Bettini, Alcir Lacerda, Marcus Prado, a professora Maria do Carmo Nino, o arquiteto Juliano Dubeux, entre outros. Esses eventos sobre a arte fotográfica propiciam a valorização da fotografia em Pernambuco e o aperfeiçoamento de técnicas fotográficas.

Essa pluralidade na programação da Galeria contribui para a formação de um público que se mantém diversificado e fiel, indo desde os novos estudantes e praticantes de fotografia, por exemplo, às presenças constantes de críticos de arte como Raul Córdula e entusiastas com o espaço como os artistas Humberto Magno e Thiago Amorim, o músico Toinho Alves, Jomard Muniz de Brito, entre outros. Nomes de peso colaboram para manter essa fidelidade. Exposições, individuais e coletivas, com a participação de artistas como Ana Veloso, Alex Mont´Elberto, Jairo Arcoverde, Mané Cláudio, Marcelo Peregrino, Guita Charifker, José Cláudio, Thina Cunha, Lucia Py, Christina Machado, Amélia Couto, George Barbosa, Álvaro Caldas, Roberta Guimarães, Carolina Pires, Tuca Siqueira, Renata Victor, Elísio Moura, Betty Gattis, Margot Monteiro, Marianne Peretti,, entre outros, vêm tendo uma média de público acima de 700 pessoas. Um público novo e de qualidade para as mais diversas manifestações artísticas.

Assim, com vanguardismo, a Arte Plural Galeria conseguiu consolidar-se como um marco no cenário da arte pernambucana, sendo um espaço não só de apreciação, mas principalmente de aprendizado, discussão e debate para se (re)pensar a produção artística.

Compartilhar: