Museus Castro Maya e a Mul.ti.plo Espaço Arte estabelecem parceria inédita

Iole de Freitas, Sou minha própria arquitetura, 2019

Os Museus Castro Maya e a Mul.ti.plo Espaço Arte estabeleceram uma parceria inédita. O projeto consiste em gerar um conjunto de múltiplos concebidos por uma seleção de cinco artistas que possuem obras em exposição permanente no Museu do Açude. São eles: Angelo Venosa, Eduardo Coimbra, Iole de Freitas, Nuno Ramos e Waltercio Caldas. Os múltiplos serão lançados em uma celebraçãono próprio museu, em 15 de setembro, ficando em exposição por dois meses no Museu da Chácara do Céu, em Santa Teresa. Paralelamente, as peças também serão lançadas na ArtRio, no estande da Mul.ti.plo Espaço Arte, em 18 de setembro, dia do “preview” da feira.

O conjunto de trabalhos é constituído por obras novas, inéditas e exclusivas, criadas para comemorar a colaboração entre a Mul.ti.plo e o Museu do Açude, inaugurado em 1964, na residência e com o acervo do colecionador Castro Maya (1884-1968). Cada artista criará uma série de 15 esculturas de pequeno formato que estarão à venda pela galeria. “Essa parceria é um tributo ao espetacular conjunto de obras permanentes que habita o espaço externo da instituição, que adota aperspectiva de patrimônio integral, aliando o patrimônio cultural ao natural”, diz Vera de Alencar, diretora dos Museus Castro Maya – Ibram – Ministério da Cidadania.

Para a ocasião, cada artista criou um múltiplo de livre inspiração. Angelo Venosa desenvolveu uma peça em bronze que, assim como sua obra permanente no museu, tem relação com a natureza e parte de um molde impresso digitalmente. Com sua capacidade de dar à imagem uma qualidade escultórica, Eduardo Coimbra criou um díptico composto de caixas de luz feitas de aço e fotografia, lembrando o efeito ótico de um retrovisor. Em seus múltiplos, elaborados a mão, um por um, Iole de Freitas buscou referências na série de grandes instalações expostas na Casa Daros, CCBB, Iberê Camargo e no próprio Museu do Açude, usandoo mesmo material utilizado nas obras de lá (policarbonato e aço inox). O trabalho de Nuno Ramos faz uma reverência à Nelson Cavaquinho, unindo a arte popular à alta cultura dos dicionários. Com base nas premissas do seu “Manual da Ciência Popular”, Waltercio Caldas criou um inusitado “aparelho de funcionamento simbólico” ou de “sugestões poéticas”, que será montado pelo próprio espectador, a partir de instruções. “Um múltiplo tem a capacidade de aproximar o público do artista. É uma oportunidade de ter em casa obras notáveis de alguns dos maiores artistas contemporâneos do país”, comemora Vera.

Como parte da programação paralela da ArtRio, a galeria Mul.ti.plo oferece, ainda, um “brunch” no dia 20 de setembro (sexta-feira). O programa começa com uma visita guiada à exposição “Paralelos”, dos artistas Roberto Magalhães e Carlos Vergara, que está em cartaz em em seu gabinete, no Leblon, desde 6 de agosto até 26 de setembro.

Compartilhar:
De Arte a Z - 20/09/2019

As obras mais baixadas do Getty e Met Museum

Em um esforço para tornar suas coleções cada vez mais acessíveis ao público, muitos dos principais museus começaram a digitalizar …

De Arte a Z - 20/09/2019

Imagem de São Jerônimo comprado por 600 dólares em uma pequena cidade é, na verdade, uma pintura rara de Anthony van Dyck

Albert B. Roberts, um colecionador de arte de 87 anos em Hudson, Nova York, passou décadas comprando trabalhos obscuros em …

De Arte a Z - 20/09/2019

Phillips anuncia leilão de uma coleção de fotografias representativas da cultura mundial dos séculos XX e XXI

A Phillips anunciou a venda do World View: Property from a Private Collection como destaque da temporada de vendas do …

De Arte a Z - 20/09/2019

Bienal de Sydney revela lista de artistas participantes para 2020

A Bienal de Sydney anunciou a lista completa de artistas que participarão da 22ª Bienal de Sydney (2020), intitulada NIRIN …

De Arte a Z - 08/09/2019

Sesc_Videobrasil passa a se chamar Bienal

Com mais de 35 anos de história, o Festival de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil passa a adotar a partir de agora o nome Bienal, …

De Arte a Z - 05/09/2019

Instagram faz exceção rara a uma obra de arte nua após protestos

Autoridades do Palazzo Strozzi, em Florença, republicaram no Instagram uma pintura de uma mulher nua da artista russa Natalia Goncharova …

De Arte a Z - 05/09/2019

Funcionários fazem tatuagens do Museu Nacional devastado pelo fogo

Faz um ano que o amado Museu Nacional do Brasil foi destruído em um grande incêndio, que se acredita ter …

De Arte a Z - 05/09/2019

Incêndios na Amazônia destruíram raras obras pré-históricas da arte rupestre boliviana

Não é apenas a Amazônia brasileira que está pegando fogo. A Bolívia Oriental também está sendo devastada por incêndios florestais, …

De Arte a Z - 05/09/2019

Performance porta viva nua de Marina Abramović será recriada na Royal Academy

A Royal Academy of Arts irá recrutar homens e mulheres jovens para ficarem nus em uma porta de frente para …

De Arte a Z - 05/09/2019

Polícia lança site para encontrar proprietários de 100 obras de arte e antiguidades recuperadas

Vinte e cinco anos atrás, dois ladrões invadiram Hollywood e Westside Los Angeles, roubando centenas de milhares de dólares em …

De Arte a Z - 29/08/2019

Famoso mural de Brexit de Banksy desaparece misteriosamente

Uma declaração poderosa sobre Brexit de Banksy desapareceu sem deixar rasto – ou explicação.

O mural de três andares, que mostrava …

De Arte a Z - 29/08/2019

Fotógrafo traz questão política com uma caminhada desafiadora entre a fronteira dos EUA e o México

Em janeiro, como um impasse sobre o financiamento do muro de fronteira do presidente Donald Trump no sul do país …