Museu levará um Picasso para sua casa por um dia se você convencê-los do porquê merece

Urs Schaeppi, CEO da Swisscom, e Sam Keller, diretor da Fundação Beyeler, com Pablo Picassos Buste de femme au chapeau (Dora) de 1939; © Sucess Picasso / 2019, ProLitteris, Zurique; Foto: Luca Schwitalla.

O projeto #myprivatepicasso é uma colaboração entre a Fundação Beyeler e a Swisscom, uma empresa de telecomunicações.

Você sempre quis ter um Picasso em sua casa, mas foi retido pelo pequeno problema de perder milhões de dólares? Se você mora na Suíça, pode estar com sorte. A Fundação Beyeler, em Basileia, está oferecendo a um morador sortudo a oportunidade de viver com um Picasso de sua coleção em sua casa por um dia.

Para tornar essa ideia estranha uma realidade, a fundação uniu-se à gigante de telecomunicações suíça Swisscom, que é uma das principais patrocinadoras da nova mostra da Beyeler, The Young Picasso: Blue and Rose Periods, em cartaz até 26 de maio.

Para ter a chance de ganhar, os entusiastas de Picasso devem apresentar suas explicações sobre por que merecem ter o trabalho – Buste de femme au chapeau (1939), de Picasso, um retrato cubista de sua musa Dora Maar – em sua própria casa. (As inscrições devem ser enviadas antes de 2 de abril via mídia social com a hashtag #myprivatepicasso.) Um painel de representantes do museu e da Swisscom julgará o concurso com informações do público. O vencedor vai passar 19 de abril recebendo o brilho do seu Picasso pessoal em casa.

Em um comunicado, o diretor de Beyeler, Sam Keller, disse que o concurso é parte de um esforço para encorajar o maior número possível de pessoas a se envolverem com a arte, “especialmente aqueles que podem ser freqüentadores de museus, as pessoas não vão ao Picasso, então o Picasso deve ir ao povo.”

Para ter certeza, os riscos associados a emprestar uma pintura desse calibre não são nada para desprezar. “Recursos culturais valiosos, como o Buste de femme au chapeau (Dora), de Pablo Picasso , geralmente só são emprestados a museus com a mais alta segurança”, continuou Keller.

Picasso é um grande negócio: mais de US$ 740 milhões em sua arte foram vendidos em leilão somente em 2018 e suas obras chegam regularmente a seis e sete digitos. Questionado sobre o valor do trabalho emprestado, o museu disse à mídia alemã que valeu “vários milhões”.

É aí que a Swisscom entra. Juntos, especialistas de segurança da Fundação Beyeler e da empresa de telecomunicações criaram um “quadro inteligente” para a pintura, que fornece um fluxo de dados monitorados com segurança e transmitidos regularmente, incluindo temperatura ambiente, umidade do ar e posição GPS., de acordo com a empresa. Qualquer movimento não autorizado irá disparar um alarme. Então aproveite o seu Picasso, apenas não se empolgue.

Compartilhar:
De Arte a Z - 17/06/2019

28º Prêmio Montblanc de Cultura premia designer brasileiro

O designer brasileiro Marcelo Rosenbaum foi escolhido por seu projeto A Gente Transforma, em Várzea Queimada, Piauí.

Prêmio anual é concedido …

De Arte a Z - 13/06/2019

Museus brasileiros esquivam-se de novas regras da Lei Rouanet

Os museus brasileiros deram um suspiro de alívio após um anúncio do governo, de que mudanças em um esquema de …

De Arte a Z - 13/06/2019

Os 10 melhores estandes da Art Basel

Veja a selelão dos 10 melhores estandes da Art Basel em Basel, por Artsy.

Por Alina Cohen

Agora, em sua 50ª edição, …

De Arte a Z - 13/06/2019

Pavilhão da Bienal de Veneza fecha por protesto

O pavilhão de Hong Kong na Bienal de Veneza anunciou na manhã do dia 12 de junho, que estará encerrando …

De Arte a Z - 13/06/2019

Pintura mais cara da ArtBasel de Peter Doig é uma revenda de garantidor, entenda malabarismo do mercado

Apenas 15 meses depois da tela de Peter Doig “O Lar do Arquiteto no Desfiladeiro” ter arrecadado US$ 20 milhões …

De Arte a Z - 13/06/2019

"Um Brasil frágil", veja os planos para próxima Bienal de SP

Por Taylor Dafoe

Como muitos países em todo o mundo, o Brasil hoje está fundamentalmente dividido. Essa dinâmica nunca foi mais …

De Arte a Z - 13/06/2019

Esposa de famoso artista Pop Art comete suícido

No último domingo à noite dia 9/6, Mary Max, a esposa do artista pop Peter Max, deixou uma longa mensagem …

De Arte a Z - 12/06/2019

Pavilhão da Lituânia na Bienal de Veneza ganha nova vida

Nos dias de abertura da Bienal de Veneza deste ano, uma longa fila para entrar no Pavilhão da Lituânia era …

De Arte a Z - 12/06/2019

"Não seremos apagados": ativistas ocupam El Museo del Barrio

Cerca de uma dúzia de ativistas organizaram um protesto no El Museo del Barrio, em Nova York, como parte de …

De Arte a Z - 12/06/2019

O queer antes do queer

O termo “homossexual” é relativamente novo. De fato, foi cunhado pelo jornalista austríaco e autor Karl-Maria Kertbeny em 1867. Mas …

De Arte a Z - 10/06/2019

Quase 70% dos artistas representados pelas principais galerias de Londres são homens, de acordo com um novo estudo

Um relatório, encomendado pela Freelands Foundation, descobriu que o mundo da arte britânica é um microcosmo da economia maior, onde …

De Arte a Z - 06/06/2019

Casa Parte chega à terceira semana criando pontes entre arte popular e arte urbana

A Casa Parte, novo projeto da Parte Feira de Arte Contemporânea, chega à sua semana final. Entre 6 e 9 …