500º aniversário de Da Vinci. Mecha de cabelo, novo desenho, veja novas curiosidades sobre o mestre renascentista

Leonardo da Vinci, St. Jerome Praying in the Wilderness (por volta de 1483). Cidade do Vaticano, Musei Vaticani. Foto © Governatorate do Estado da Cidade do Vaticano - Museus do Vaticano.

França e Itália comemoram 500 anos da morte de Da Vinci

Comemorações para o 500º aniversário de Leonardo da Vinci começam esta semana em Amboise, no Vale do Loire, com França e Itália deixando de lado as recentes tensões para homenagear a memória do gênio da Renascença na cidade onde ele passou seus últimos anos.

Em 1516, aos 64 anos, Leonardo da Vinci deixou a Itália para entrar no serviço do rei Francisco I da França. Muitas de suas obras-primas – São João Batista, a Mona Lisa – o seguiram e foram vendidas ao monarca francês, formando um legado agora exposto no museu do Louvre, em Paris.

Em meio a tensões diplomáticas entre Roma e Paris , seu legado tornou-se contencioso, com a subsecretária de Cultura da Itália, Lucia Borgonzoni, em novembro dizendo à mídia italiana que queria renegociar o empréstimo planejado de suas obras ao Louvre para uma exposição de aniversário, porque “os franceses não estão todos satisfeitos”.

Não está claro, por exemplo, se o desenho icônico do “Homem Vitruviano” deixará Veneza para se juntar ao Louvre para a exibição.

Mas esta semana, em Amboise, o presidente francês Emmanuel Macron e seu colega italiano, Sergio Mattarella, tentaram aliviar as tensões entre os dois aliados, que se tornaram mais agudos desde meados de 2018, principalmente em relação à política de migração.

Eles vão se reunir no túmulo de Leonardo, um túmulo modesto em uma capela do castelo Amboise contendo seus restos mortais, e fazer uma visita a sua casa nas proximidades, o Clos Luce, onde morreu em 02 de maio de 1519.

“É um gesto extremamente solene, mostrando que os dois países têm essa memória compartilhada, essa figura, uma cultura que une nossos dois países”, disse o diretor do castelo de Amboise, Jean-Louis Sureau.

Uma mecha de cabelo que se imagina ser de Leonardo da Vinci está prestes a passar por testes de DNA na Itália

Os cientistas esperam que os resultados possam ajudar a resolver questões sobre a localização dos restos do artista.

A mecha de cabelo foi encontrada em uma coleção americana privada e será exposta em dois dias no Museu Ideale Leonardo da Vinci, em Vinci, a cidade onde o artista nasceu. A mecha de cabelo tem um rótulo histórico que lê “Les Cheveux de Leonardo da Vinci”, Alessandro Vezzosi, diretor do Museu Ideale, e Agnese Sabato, presidente da Fundação Leonardo da Vinci Heritage, disse ao jornal The Guardian.

“Essa relíquia extraordinária nos permitirá prosseguir na busca de realizar pesquisas sobre o DNA de Da Vinci”, disse Vezzosi e Sabato em um comunicado. Depois de ficar escondido por anos, o cabelo “agora será exposto pela primeira vez, junto com documentos que atestam sua antiga proveniência francesa”, disse Vezzosi.

O cabelo será apresentado em uma coletiva de imprensa na biblioteca Leonardiana em Vinci nesta quinta-feira, 2 de maio, o aniversário de 500 anos da morte do artista, que também dá início a uma série de celebrações e exposições dedicadas ao artista em todo o ano no mundo.

Três anos atrás, Vezzosi e Sabato anunciaram que haviam traçado uma linhagem familiar que ia do meio-irmão do artista, Domenico, a dezenas de descendentes masculinos na Toscana e arredores. O cabelo vai ajudá-los a montar essa árvore genealógica. “Essa relíquia é o que precisávamos para tornar nossa pesquisa histórica ainda mais sólida do ponto de vista científico”, disse Sabato. “Estamos planejando realizar análises de DNA na relíquia e compará-la com os descendentes vivos de Leonardo, bem como com os ossos encontrados nos sepultamentos de Da Vinci que identificamos nos últimos anos.”

ITÁLIA - 01 de abril: O Museo Ideale Leonardo da Vinci localizado na antiga adega do castelo em Vinci, Itália, em abril de 2003. (Foto por Eric VANDEVILLE / Gamma-Rapho via Getty Images)

O Museo Ideale Leonardo da Vinci em 2003. Foto de Eric Vandeville / Gamma-Rapho via Getty Images.

 

Estudiosos dizem que descobriram o segundo retrato conhecido de Leonardo da Vinci, feito pouco antes de sua morte

A barba da figura – uma moda rara na época – era uma grande dica.

 

Um esboço de Leonardo da Vinci, por volta de 1517 a 1818, por um assistente de Leonardo. Royal Collection Trust / © Sua Majestade a Rainha Elizabeth II 2019.

Um esboço de Leonardo da Vinci , por volta de 1517 a 1818, por um assistente de Leonardo. Royal Collection Trust / © Sua Majestade a Rainha Elizabeth II 2019.

 

O segundo retrato conhecido do mundo de Leonardo da Vinci foi desenterrado. Durante anos, o desenho do Velho Mestre de um homem barbado desconhecido pertenceu à Família Real Britânica. A identidade da babá era desconhecida até que a cabeça das gravuras e desenhos da Coleção Real deu uma olhada mais de perto. As pistas reveladoras da verdadeira identidade do homem idoso incluíam os pêlos faciais “exuberantes”, mas fora de moda, e a forma do nariz.

Acredita-se que o perfil de três quartos de um homem de barba tenha sido feito por um assistente de Leonardo pouco antes da morte do artista, em 1519. A representação casual está em um pedaço de papel que também tem um esboço de uma perna de cavalo sobre ele, parte de um grupo de estudos feitos para um monumento eqüestre que o rei da França encomendou para Leonardo criar.

O desenho será exibido no final deste mês como parte da exposição “Leonardo da Vinci: Uma Vida em Desenho”, que será aberta em 24 de maio na Galeria da Rainha, no Palácio de Buckingham. A mostra é um dos headliners em um ano de celebrações em toda a Europa para comemorar o 500 º aniversário da morte do homem da Renascença.

Compartilhar:
De Arte a Z - 08/09/2019

Sesc_Videobrasil passa a se chamar Bienal

Com mais de 35 anos de história, o Festival de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil passa a adotar a partir de agora o nome Bienal, …

De Arte a Z - 05/09/2019

Instagram faz exceção rara a uma obra de arte nua após protestos

Autoridades do Palazzo Strozzi, em Florença, republicaram no Instagram uma pintura de uma mulher nua da artista russa Natalia Goncharova …

De Arte a Z - 05/09/2019

Funcionários fazem tatuagens do Museu Nacional devastado pelo fogo

Faz um ano que o amado Museu Nacional do Brasil foi destruído em um grande incêndio, que se acredita ter …

De Arte a Z - 05/09/2019

Incêndios na Amazônia destruíram raras obras pré-históricas da arte rupestre boliviana

Não é apenas a Amazônia brasileira que está pegando fogo. A Bolívia Oriental também está sendo devastada por incêndios florestais, …

De Arte a Z - 05/09/2019

Performance porta viva nua de Marina Abramović será recriada na Royal Academy

A Royal Academy of Arts irá recrutar homens e mulheres jovens para ficarem nus em uma porta de frente para …

De Arte a Z - 05/09/2019

Polícia lança site para encontrar proprietários de 100 obras de arte e antiguidades recuperadas

Vinte e cinco anos atrás, dois ladrões invadiram Hollywood e Westside Los Angeles, roubando centenas de milhares de dólares em …

De Arte a Z - 29/08/2019

Famoso mural de Brexit de Banksy desaparece misteriosamente

Uma declaração poderosa sobre Brexit de Banksy desapareceu sem deixar rasto – ou explicação.

O mural de três andares, que mostrava …

De Arte a Z - 29/08/2019

Fotógrafo traz questão política com uma caminhada desafiadora entre a fronteira dos EUA e o México

Em janeiro, como um impasse sobre o financiamento do muro de fronteira do presidente Donald Trump no sul do país …

De Arte a Z - 29/08/2019

Aquisição de museu mais valiosa do Reino Unido em uma década

A obra-prima final de Orazio Gentileschi, The Finding of Moses, provavelmente será adquirida pela National Gallery de Londres.

Atualmente, está emprestada …

De Arte a Z - 29/08/2019

A marca LA Stiiizy abre a principal galeria de arte - Cannabis Emporium

Com um nome derivado do termo de gíria para skatistas “steez” (estilo + facilidade) e com três “I-s” como sinônimo …

De Arte a Z - 29/08/2019

Artista cria manual para ajudar migrantes a sobreviver

A cidade de Bihać, na Bósnia e Herzegovina, fica a cerca de 10 minutos de carro ou uma hora a …

De Arte a Z - 23/08/2019

Museus Castro Maya e a Mul.ti.plo Espaço Arte estabelecem parceria inédita

Os Museus Castro Maya e a Mul.ti.plo Espaço Arte estabeleceram uma parceria inédita. O projeto consiste em gerar um conjunto …