Ricardo Villa

São Paulo, 1982.
Vive e trabalha em São Paulo.
Ricardo Villa iniciou seu trabalho através do graffiti e de outras formas de intervenção no espaço público. Com a fotografia, desenvolve trabalhos nos chamados lugares resíduo da cidade, tais como fabricas desativadas, prédios, casas, hospitais e todo tipo de espaço degradado, abandonado ou em preparação, procurando estabelecer um jogo associativo entre a ação executada e o espaço (dês)ocupado. Como desdobramento, atualmente trabalha na intersecção entre a cultura e a natureza, expondo os paradoxos de nosso relacionamento com o mundo natural e industrial, levantando questões sobre nosso lugar na ordem natural e traçando uma linha entre os processos da natureza e os da cultura.

Compartilhar: