Lourival Cuquinha

Artista multimídia, o recifense Lourival Cuquinha expõe em seu trabalho uma quase crítica ao sistema e à forma como as pessoas, incluído ele próprio, tem de se relacionar com o entorno a elas imposto. Teve grande reconhecimento quando realizou leilões (durante as feiras Frieze de Londres e ArtRio) onde as obras apresentadas eram feitas com notas verdadeiras de dinheiro costuradas e colocadas em forma de bandeira. A reflexão política que nos remete sua obra e suas intervenções é fruto de experiências e pensamentos pessoais sobre as imposições às quais somos obrigados a nos submeter. Suas obras apelidadas de “financial art” são hoje referências no mundo inteiro. Seus vídeos e instalações são detentores de diversas acareações brasileiras e sua ascensão artística vem sendo meteórica graças à criatividade de suas apresentações.
Autodidata em artes visuais
Bacharelados em história, direito, filosofia e engenharia química [inacabados] Universidade Federal de Pernambuco – 1993 a 2002.
Prêmios:
Prêmio do Centro Cultural Correios para exposição individual em 2011.
Prêmio Brasil contemporâneo mostra de artistas brasileiros no exterior, da Fundação Bienal de São Paulo, 2010.
Prêmio Registros do Canal Contemporâneo pelo trabalho Parangolé, Novembro 2010.
Prêmio Interações Estéticas da Funarte Ministério da Cultura – 2010/2011 para realizar uma residência no ponto de cultura Negras Raízes no Morro da Conceição, Recife, PE.
Bolsa residência em Londres do programa Artist Links do British Council, com o trabalho Topografia Suada de Londres, Julho a Dezembro de 2009.
Premiado no 7º Salão do Mar, pela obra Varal, Vitória (ES). Abril de 2006.
Bolsa para projeto de pesquisa plástica pelo projeto Mapa do Ácaro, pelo Governo do Estado de Pernambuco. Julho de 2003 a abril de 2004.
Premiado na exposição Olinda Arte em Toda Parte, pela obra Varal. Dezembro de 2003.
Premiado na 1a Mostra Rio de Arte Contemporânea pela obra 1º Concurso Mundial do Mickey Feio, Rio de Janeiro. Abril de 2002.
Melhor filme no Festival de Cinema de Goiás, pela película Resgate Cultural – O Filme. 2001.
Intervenções Urbanas Grandes:
Varal – trabalho no qual roupas são doadas pela população local e costuradas numa corda, criando-se um imenso varal que é instalado no ambiente urbano
Weimar (Alemanha), Rio de Janeiro, Vitória do Espírito Santo, São Paulo, Olinda e Recife (Brasil) e Porquerolles (França), Porto (Portugal) entre os anos de 2003 e 2008.
Mapa do ácaro – trabalho em que 11.000 fotografias microscópicas da superfície de um corpo humano montam um quebra-cabeças que reconstrói este corpo flutuando sobre um rio, enquanto a população é convidada a observar a obra deslizando numa tirolesa instalada entre as duas margens. Recife (Brasil), 2004.
Exposições Individuais:
Exposição Individual no Instituto Cultural Banco Real – Galeria Marcantônio Vilaça, Recife, Brasil. Costumes – minha mãe sustenta minha filha (exposição individual) – Maio a junho de 2007.
Residência Ècole Supérieure d’Art de Aix-en-Provence, França
Exposição Individual resultante da residência de dois meses na mesma escola pelo Ano do Brasil na França – Setembro a novembro de 2005.
Exposições Coletivas:
Caos e Efeito/Contra-pensamento Selvagem, Itaú Cultural/SP – São Paulo, SP – Out-Dez 2011.
Panorama da Arte Brasileira, MAM/SP – São Paulo, SP – Out-Dez 2011.
Jogos de Guerra, Centro Caixa Cultural/RJ – Rio de janeiro, RJ – Jul-Ago, 2011.
Festival Performance Arte Brasil, MAM/RJ (Museu de Arte Moderna) – Rio de Janeiro, RJ – Mar, 2011.
Voces Diferenciales, com o trabalho Warning Flag, Centro Provincial de Artes Plásticas y Diseño, Havana, Cuba – Fev-Mar, 2011.
“748.600”, com o trabalho R$102,00, Paço das Artes, São Paulo, SP – Jan-Mar, 2011.
Frieze Art Fair 2010, intervenção na feira com o leilão do trabalho Jack Pound Financial Art Project no stand da galeria A Gentil Carioca. Londres, Inglaterra. – Out, 2010.
Night of Festivals, Nottingham, Inglaterra – Set, 2010.
Vivo Arte.MOV 2010, com o trabalho OUVIDORIA, Belém do Pará, – Set, 2010.
20º Festival de Inverno de Garanhuns, com o trabalho Image OFF, Pernambuco – Jul, 2010.
Intervenção Urbana no SEU – Semana de Experimentação Urbana, Porto Alegre, RS – Jun, 2010.
Exposição do projeto Macunaíma Colorau (47º Salão de Artes Plásticas de Pernambuco, Olinda, Brasil), Nov–Dez, 2009.
Brazilian Summer, Art & the City, Het Domein Museum, Holanda. – Jul-Set, 2009.
O Lugar Dissonante, 47º Salão de Artes Plásticas de Pernambuco na Torre Malakoff, Recife, PE, Brasil. – Jun-Jul 2009.
Novo Rosto, breve antologia do auto-retrato na Casa da Cultura da América Latina, Brasília, DF, Brasil.- Mar-Abr 2009.
Brazilian Video Art and Short film na University of Essex Collection of Latin American Art, Colchester, UK .- Nov, 2008.
Corpocidade, Universidade Federal da Bahia, Salvador da Bahia, Brasil.- Out, 2008.
Exposições Conexão Contemporânea/Funarte/Petrobras (Brasil):
4territórios (RJ-PE), Fev, 2008;
Dencidades (RN), Mar, 2008 e
Galerias Subterrâneas (PR), Mai, 2008.
Projeto “Arte e Crime: Insubordinações” pelo Conexão Contemporânea / Funarte /Petrobras, Recife, Brasil.- Mar, 2008.
Die Kunst erlöst uns von gar nichts, Künstlerpositionen aus Südamerika (A arte não nos libera de absolutamente nada), com o trabalho Artraffic : Le collier Du Mozambique e intervenção urbana Varal, na ACC Galerie, – Weimar, Alemanha – Jul-Set, 2006.
Rumos Artes Visuais / Mapeamento da arte contemporânea brasileira, com o trabalho Varal no Parque do Ibirapuera no Itaú Cultural, – São Paulo, Brasil – Mar-Mai, 2006.
Territoires Transitoire, com a vídeo-instalação Désolé e a performance Artraffic no Palais de Port Doré, Paris, França – Nov, 2005.
46º Salão de Artes Plásticas de Pernambuco com a obra Mapa do Ácaro. Recife, PE, Brasil.- Nov-2004.
Latinidades, com o trabalho um E.T. viaja Recife / São Paulo – SESC Consolação São Paulo, Brasil – Ago, 2003.
45º Salão de Artes Plásticas de Pernambuco com a obra Sexo. Recife, PE, Brasil.- Jan, 2003.
Trajetórias, com a obra 2º Concurso Mundial do Mickey Feio, Fundação Joaquim Nabuco – Recife-PE – Jul, 2002.
1a Mostra Rio de Arte Contemporânea com a obra 1º Concurso Mundial do Mickey Feio, no MAM-RJ – Rio de Janeiro, RJ, Brasil -Abr, 2002.
Salão Pernambucano de Artes Visuais 2000, com a performance Artista Plástico Dublê de Medíocre na Torre Mallakof,Recife, PE – 2000
Salão dos Novos com a instalação UTA/portaretrato no Museu de Arte Contemporânea /PE (MAC) Olinda, PE, Brasil – 1999
Cinema e audiovisual:
Fotografia, produção, animação e assistência de direção do curta O Som da Luz do Trovão de Petrônio Satanás e Tiago Scorza. Recife, Serra Talhada e Rio de Janeiro, 2006. Prêmios: Canal Brasil no Festival de Cinema de Brasília, 2006; Especial do Júri e ABD Pernambuco no Festival de Cinema de Pernambuco CINE-PE, 2006; ABD São Paulo e 10 melhores do público no Festival Internacional de Curtas de São Paulo, 2006.
Direção de arte e atuação no curta O Homem da Mata de Antônio Luis Carrilho. Recife / Aliança, 2003.
Assistência de direção de arte no longa metragem Lisbela e o Prisioneiro de Guel Arraes. Recife, 2002.
Direção, produção, direção de arte e fotografia no clipe She-ra, banda Textículos de Mary (gravadora Dec Disk/Abril Music). Recife, 2002. Prêmio de segundo lugar de melhor clipe no Festival de Vídeo do Recife, 2002.
Direção de arte no clip Propóstata da banda Textículos de Mary gravadora Dec Disk/Abril Music. Prêmio de melhor clipe no Festival de Vídeo do Recife e Indicado a melhor vídeo clipe no VMB na Mtv. Recife, 2002.
Direção, direção de arte, produção e atuação no curta Resgate Cultural – O Filme, película 16mm produzido pela Telephone Colorido. Recife, 2000 a 2001.

Compartilhar:
Artistas

Gustavo Pellizzon

Graduado em comunicação e pós-graduando em fotografia, iniciou em 2005 fotografando para o jornal O Diário de Nordeste, entre 2009 …

Artistas

Amelia Toledo

 
 
Amelia Amorim Toledo (São Paulo SP 1926). Escultora, pintora, desenhista, designer. Freqüenta o ateliê de Anita Malfatti (1889 – 1964), …

Artistas

Carolina Krieger

Carolina Krieger, 1976, nasceu em Balneário Camboriú, SC. Atualmente vive e trabalha em São Paulo. Fotógrafa autodidata, em meados de …

Artistas

Bruno Vilela

Bruno Vilela é formado em retrato e figura humana com anatomia pelo mestre japonês Sunishi Yamada. Morador de Recife, o …

Artistas

Miguel Rio Branco

Miguel da Silva Paranhos do Rio Branco (1946) filho de diplomata brasileiro, neto de J. Carlos, bisneto do barão do …

Artistas

Milton Marques

 
 
Milton Marques faz parte daquele time de artistas inventores. Suas obras se valem de um repertório low-tech. O que vemos …

Artistas

Bruno Borne

Bruno Borne é natural de Porto Alegre. É mestre em Poéticas Visuais no PPGAV UFRGS, graduado em Artes Visuais e …

Artistas

Otávio Schipper

(1979, Rio de Janeiro, RJ) Otavio Schipper é formado em física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Iniciou seus …

Artistas

Ivan Grilo

 
 
Graduado em Artes Visuais pela PUC-Campinas. Atuou durante três anos como artista-assistente no atelier do artista Marcelo Moscheta, em Campinas/SP.Em …

Artistas

Raul Mourão

 
 
 
Rio de Janeiro, 1967
Estudou na Escola de Artes Visuais do Parque Lage e expõe seu trabalho desde 1991. Sua obra …

Artistas

Juliana Notari

Atriz e bonequeira, Juliana Notari é pesquisadora nas artes das marionetes.Na França, passou um período de 4 anos para se …

Artistas

Daniela Dacorso

Formada em Comunicação Social com Pós-Graduação em Fotografia como Instrumento de Pesquisa em Ciencias Sociais, Daniela Dacorso trabalha como fotógrafa …