Vestida de infância

A artista visual Claudia Tavares apresenta a exposição "Vestida de infância" e reúne fotografias, vídeos e objetos.

No mês do Dia das Crianças, a artista visual Claudia Tavares apresenta a exposição Vestida de infância, na Galeria do Ateliê. O Ateliê da Imagem fica na avenida Pasteur, 453 Urca (21 2541 3314). São cerca de 15 imagens entre 40x60cm a 100x70cm e dois vídeos.
Recebi de minha mãe vestidos usados por mim e minhas irmãs na nossa infância, que foram guardados desde então pela minha avó. Tentei vesti-los novamente, unir todos eles, abotoando uns aos outros para criar uma única peça. Não deu certo. A infância não me cabe mais”, diz a artista.
Assim como as vestimentas que usamos são temporárias e finitas, a infância nos escapa pelo passar do tempo. Invólucros do corpo, as vestes nos protegem da nudez, do frio, do sol e da chuva. A partir de questionamentos, lembranças, sentimentos e afetos, a artista desenvolveu vários trabalhos que derivam dos vestidos e da ideia de vestimenta.

Em uma das imagens, Claudia Tavares utiliza os bordados encontrados nos vestidos como decalques e se “tatua”, criando assim uma nova roupa em sua própria pele. Exibe um vídeo onde desabotoa, abotoa e tenta vestir os vestidinhos que não lhe servem mais.

Com curadoria de Ivair Reinaldim, a exposição Vestida de infância reúne fotografias, vídeos e objetos.

Compartilhar: