Stela Kehde | Museu de Arte Sacra de São Paulo

O Museu de Arte Sacra de São Paulo – MAS/SP, instituição da Secretaria da Cultura do Estado, exibe Barro com Fé, de Stela Kehde, com curadoria de Percival Tirapeli, na sala MAS Metrô Tiradentes. Composta por 276 peças que possuem como referência a fé, a mostra de título sugestivo nos remete à criação do Homem pelo viés do Cristianismo, quando Deus, como um oleiro, modela o homem a partir do barro e lhe concede o dom da vida. Além do ato inventivo do criador, a artista também recorre à imagem arquetípica da mulher, acrescentando em sua produção a fé sob a devoção de Maria.

Ao estabelecer uma ligação entre o barro e a fé – o barro simples e puro; a fé rígida e forte -, Stela Kehde busca estimular a visualização sobre o sagrado de maneira muito particular, considerando a experiência de cada espectador. “Essa materialização do espírito solene através dessas formas simples permite ao imaginário pessoal ver o sagrado”, comenta a artista. Na série Capelinhas, a Virgem escolhida é a de Fátima que, na exposição, encontra-se prensada em uma espacialidade que remete ao pequeno oratório com uma cruz, quando a original traz a imagem imaculada sobre nuvens. Conforme comenta o curador Percival Tirapeli: “A série mais extensa é a dos Tijolos, de grande singularidade e sólida simbologia. A materialidade é dupla enquanto construção artística: tijolos fabricados adquiridos em olaria e a intervenção da artista a depositar sobre as marcas fabris a pequena imagem – da série Mãos – da Virgem. Assim, Stela constitui neste vazio um berço para colocar a imagem a simbolizar a construção da fé”.

Stela Kehde recorre à argila como meio de passar sua mensagem ao mundo, utilizando-a de maneira contemporânea. Na série Santas de Mãos, o gesto de apertar o barro já prevê sua essência: o contato direto com o devocional, além da portabilidade. Na última série de Virgens, os sugestivos nomes com títulos para a Virgem, ampliando as mais de mil invocações que se dá para a Mãe de Jesus.

Compartilhar: