Ronald Sasson | SOMA Galeria

A SOMA Galeria dá início a seu calendário de exposições de 2018 trazendo para seu espaço obras de Ronald Sasson, nome representativo do design arte no Brasil, ganhador de diversos prêmios internacionais. A exposição recebe o nome “Atrás do Lápis”, reunindo peças de mobiliário inéditas, de edições limitadas. São bancos e poltronas que valorizam as formas geométricas e revelam um traço simples e elegante, característico do autor.

Nascido em Curitiba, onde por mais de dez anos projetou-se no universo das artes plásticas, Ronald Sasson é radicado desde 2006 em Gramado, na Serra Gaúcha, dedicando-se ao design, mas sempre mantendo a plasticidade de artista em suas criações. Em seu estúdio, pesquisa e desenvolve seus produtos, que transitam do móvel à iluminação em caráter industrial no setor moveleiro. Econômico nos detalhes, Sasson apresenta na exposição “Atrás do Lápis” quatro peças feitas com materiais nobres, com toque atemporal.

Entre elas, está a Poltrona Zózimo, peça com característica cubista, feita em homenagem ao colunista social carioca Zózimo Barroso do Amaral. Segundo o autor, este foi um dos trabalhos responsáveis pela abertura do mercado ao seu design arte. Produzida em uma série de apenas seis unidades, a poltrona apresentada nesta exposição é a única feita em cobre (foram feitas também quatro em latão e uma em jacarandá).

O Banco Igarapé, como o nome deixa a entender, foi inspirado nos pequenos cursos de água frequentes nas regiões Norte e Centro-Oeste do Brasil. O formato do banco lembra plantas aquáticas e raízes flutuantes presentes nos igarapés. Já a Poltrona De Beers recebe o nome da mais tradicional exploradora de diamantes do mundo, e esta peça de mobiliário faz referência a esta pedra preciosa que intriga o artista. Por fim, a Poltrona Mass, notável pelo fracionamento da peça, é resultado de uma pesquisa sobre a arquitetura expressionista alemã da década de 20, tendo como referência os traços limpos e precisos do arquiteto Erich Mendelsohn.

Compartilhar: