Parâmetros da Liberdade

A mostra Parâmetros da Liberdade, da artista Lella Castello Branco, questiona escolhas coletivas e independentes.

O Centro Cultural da Justiça Federal tem o prazer de apresentar esculturas recentes e instalações site-specific da artista brasileira, residente em Londres, Lella Castello Branco, a primeira exposição individual da escultora no Rio de Janeiro.

A mostra, Parâmetros da Liberdade, questiona escolhas coletivas e independentes.

O primeiro trabalho encontra-se no andar térreo, logo na entrada. Intitulado “Roda da Vida”, trata-se de uma escultura em alumínio, pintada de azul cobalto. Sua cor viva e forma geométrica, faz lembrar que a existência é um ciclo contínuo e colaborativo.

No primeiro andar, a Galeria C1 exibe esculturas recentes. “O tempo voa”, sugere liberdade e esperança, porém com amarras. Um pássaro em voo ascendente, em alumínio polido, preso a uma espiral tambem ascendente; ele pode voar, mas só até certo ponto. Outros trabalhos lidam com a fragilidade da condição humana, como “Simbiose”, em bronze patinado, que imortaliza um momento no tempo.

A Galeria E1 acolhe a instalação “Do Contrato Social”, que traz uma forte mensagem alusiva à percepção de liberdade. Inspirada na famosa frase de Jean-Jacques Rousseau, “O homem nasce livre, e em toda parte encontra-se acorrentado”, consiste em duas espirais feitas com correntes de metal e suspensas do teto, apenas tocando ou se empilhando no chão, sugerindo restrições, cativeiros e escolhas.

A Galeria D1 apresenta a instalaç?o “Quero mesmo me levantar?” Duas figuras monumentais, uma masculina e outra feminina, parecem estar tranquilamente reclinadas, porém, olhando com mais atenção, elas estão fundidas e travadas numa posição permanente. Letargia, conformidade, ou escolha? Espelhos criam um efeito ad infinitum, sugerindo que atitudes pessoais se propagam e contagiam, desencadeando reações e consequências muitas vezes imprevisíveis.

Sobre a artista:

Lella Castello Branco nasceu no Rio de Janeiro e vive em Londres desde 1988. Formou-se em Comunicação Social na PUC-RJ. Ainda na universidade comecou a estudar arte no MAM, onde foi aluna de Aluisio Carvão e Anna Bela Geiger. Fez cursos no EAV Parque Lage, e em São Paulo na Artescultura, com Calabrone e Beccheroni. Em Londres fez cursos no Camden Arts Centre, Heatherley’s e Prince’s Drawing School.
Participou de coletivas no Rio de Janeiro, São Paulo, Londres, e da III Bienal de Culturas Lusófonas, em Odivelas, Portugal.
Recentes exposições individuais: Em Alba, Itália (2011) e Sardoal, Portugal (2012).
Suas esculturas fazem parte de coleções particulares na Inglaterra, Suiça, Egito e Brasil.

 

Compartilhar: