lançamento do livro “Existência Numérica” | Oi Futuro

O Oi Futuro lança no próximo dia 12 de setembro de 2019, das 18h30 às 20h, o livro “Existência Numérica”, resultado da exposição homônima que ocupou dois andares da instituição entre setembro e novembro do ano passado. Organizado pelos curadores Barbara Castro, Luiz Ludwig e Doris Kosminsky, o livro coeditado pela Rio Books tem 288 páginas, com imagens de obras de arte criadas a partir da visualização de dados, área emergente da ciência da computação, e textos de especialistas brasileiros e estrangeiros. Com capa dura, e formato de 25,5cm x 19,5cm, a publicação bilíngue (port/ingl) é dividida em três grandes temas – Visualização, Questionamentos e Existência, e reúne artigos dos brasileiros César Pessoa Pimentel (doutor em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social pela UFRJ), Fernanda Glória Bruno (membro-fundadora da Rede Latino-Americana de Estudos em Vigilância, Tecnologia e Sociedade/LAVITS), Guto Nóbrega (fundou e coordena o NANO – Núcleo de Arte e Novos Organismos) e Hermano Vianna (antropólogo e roteirista de TV), e os estrangeiros Ben Fry (diretor da Fathom, Boston), Catherine D’Ignazio (pesquisadora afiliada do MIT Center para Civic Media e do MIT Media Lab), Carey Williamson professor do Departamento de Ciência da Computação da Universidade de Calgary, Alberta, Canadá), Fernanda Viégas (colíder, com Martin Wattenberg, do grupo de visualização de dados “Big Picture” do Google), Giorgia Lupi (cofundadora da Accurat, Milão), Johanna Drucker (professora Breslauer de Estudos Bibliográficos no Departamento de Estudos da Informação da UCLA), Lev Manovich (professor de Ciência da Computação no The Graduate Center, da City University de Nova York, e diretor do Cultural Analytics Lab), Marian Dörk (codiretor do Urban Complexity Lab, Potsdam, Alemanha), Martin Wattenberg (colíder, com Fernanda Viégas, do grupo de visualização de dados “Big Picture” do Google, parte da equipe do Google Brain), Mimi Onuoha (artista e pesquisadora nigeriano-americana, residente no Brooklyn), Roy Ascott (artista, fundador da Planetary Collegium, Universidade de Plymouth, Inglaterra), Sara Diamond (presidente da OCAD University, Canadá), Sheelagh Carpendale (líder do grupo de pesquisa Inovações em Visualização, InnoVis, Universidade de Calgary, Alberta, Canadá).

Compartilhar: