Jean-François Rauzier | Museu de Arte Moderna da Bahia

Após  bem sucedidas exposições no Rio de Janeiro e em Brasília, o fotógrafo francês Jean-François Rauzier apresenta suas espetaculares hiperfotos em Salvador. O Museu de Arte Moderna da Bahia ambienta a exposição Hiperfoto-Salvador, que oferece ao público a oportunidade de conhecer a técnica autoral jamais vista, a hiperfotografia.  Para serem produzidas as hiperfotografias de Rauzier passam por um processo longo e complexo. Manipuladas em computador, algumas delas, inclusive, alcançam um volume que pode sugerir uma escultura bidimensional.

A mostra em Salvador apresenta 19 imagens deslumbrantes de paisagens, da arquitetura e ambientes da capital baiana que oferecem ao espectador a oportunidade de conhecer intensidades que ultrapassam o normal.  Numa única obra o público pode ver tudo e, ao mesmo tempo, somente o que ele quiser. Passear na imagem, ver de perto um detalhe, vê-la em sua totalidade, construindo assim a sua própria história da obra.

O trabalho de Jean-François Rauzier dialoga com o cubismo, o mosaico, o surrealismo e o barroco.  As fotografias, impressas em grandes formatos, intensificam o mundo sobre o qual o artista lança seu olhar. Com o computador ele fabrica uma hipercolagem onde em cada uma de suas obras são reunidas inúmeras imagens fotografadas durante suas viagens, criando uma espécie de casamento entre o macro e o micro, o virtual e o real, assim como o imaginário. Se não fosse fotógrafo, seria possível pensar em Jean-François Rauzier como um pintor do sobrenatural que compõe suas obras a partir de pequenas pinceladas em uma tela.

O projeto brasileiro do artista visa apresentar as diferentes capitais escolhidas, Rio de Janeiro, Brasilia, Salvador e São Paulo sob um olhar e técnica únicos que o artista pesquisa desde 2002. Depois de uma exposição sobre o Rio de Janeiro no Museu Histórico Nacional em 2015, e de uma sobre Brasília no Museu Nacional em abril de 2016, esta exposição no MAM de Salvador apresenta a visão do artista sobre esta que foi a primeira capital do Brasil. Nesta mostra, também serão apresentadas uma seleção de imagens das retrospectivas do Rio de Janeiro e de Brasília.

Compartilhar: