Ivan Grilo | Casa Triângulo

A exposição traz trabalhos inéditos que, no campo do discurso, se situam na ambiguidade entre o relato íntimo e o manifesto político. Ou como diz Tiago de Abreu Pinto que dialoga com o artista e assina o texto da exposição: “Estamos falando de política ou de amor? De algo que conecta essas duas coisas.”

Compartilhar: