Franklin Cassaro | Martha Pagy Escritório de Arte

Vermes Espaciais

Franklin Cassaro é o mais novo artista representado por Martha Pagy Escritório de Arte e vai participar da coletiva ‘Em cada linha, um traço. Em cada fio, uma trama’, que a galeria realiza em Junho com a curadoria de Paula Terra.
Sobre o artista, Luiz Camillo Osório nos fala: “Franklin Cassaro é um dos principais artistas surgidos na década de 90. A sua geração retomou o fio experimental tão característico da arte brasileira nos anos 60 e 70. Ele tomou a obra de Lygia Clark como um ponto de partida. Não é o único, mas o principal. Interessam, acima de tudo, os processos de formalização e não o objeto em si. A precariedade e a contenção irmanam-se. O gesto escultórico de Cassaro não se esconde na forma, ele é a própria forma, que se revira, se desfaz e se refaz continuamente. Os seus reviramentos, infláveis e performances, revelam uma forma-processo que não se deixa cristalizar, que não pára de germinar e inventar novos organismos poéticos, ao mesmo tempo estranhos e sensuais.” Luiz Camillo Osorio, Março 2006.
Na coletiva, Cassaro apresenta os Vermes Espaciais, ‘seres’ criados com folha de alumínio no processo que o artista chama de “Biobildung” – a escultura não como forma, mas como vida em formação.

Visitas por agendamento pelo e-mail marthapagy.escritoriodearte@gmail.com

www.marthapagy.com.br

Compartilhar: