Festival de Esculturas do Rio | Centro Cultural Justiça Federal

Até 30 de outubro o Centro Cultural Justiça Federal recebe o Festival de Esculturas do Rio. A segunda edição do evento ocupa todo o segundo andar do espaço com trabalhos de 26 artistas, entre eles de Beatriz Milhazes, Gonçalo Ivo, Manfredo de Souzanetto, Marçal Athayde, do uruguaio Boris Romero, do dinamarquês Jesper Neergaard e do francês Eric Collette.

Idealizada pelo produtor cultural Paulo Branquinho, com o patrocínio de Furnas Centrais Elétricas, a exposição reúne artistas de diferentes gerações e estilos e se integra a Mostra Rio de Esculturas Monumentais, que também em sua segunda edição ocupa atualmente a Praça Paris, até 02 de outubro.

“A proposta é somar e a mostra no CCJF funciona como piloto, garimpando e apresentando artistas, na qual alguns ainda desconhecidos do público carioca. Parte dos artistas convidados também está na Praça Paris, ou estarão nas próximas edições, com suas esculturas de grande porte”, completa Branquinho, que também comemora com alegria em 2016 seus 30 anos como produtor de artes visuais.

Nesta exposição, Beatriz Milhazes apresenta uma de suas primeiras esculturas, confeccionada em 1987 (imagem).

Artistas participantes

Alexandre Rangel (RJ), Anna Bella Geiger (RJ), Ana Durães (RJ), Beatriz Milhazes (RJ), Boris Romero (Uruguai), Catiuscia Dotto (RS), Cris Cabus (RJ), Deneir (RJ), Eduardo Mariz (RJ), Eric Collette (França), Gonçalo Ivo (RJ), Jesper Neergaard (Dinamarca), João Batista Medeiros (RJ), Jorge Rodriguez Aguilar (Colombia), Kacá Versiane (RJ), Manfredo de Souzanetto (MG), Marcelo Caldas (RJ), Marcelo Lago (RJ), Marcos Cardoso (RJ), Marçal Athayde (MA), Perola Bonfanti (RJ), Renata Richard (RJ) e Zé Andrade (RJ).

Compartilhar: