Fabiano Devide | Canto da Carambola

Fabiano Devide, sem título

O espaço cultural Canto da Carambola, apresenta a exposição “Não-lugares”, com obras do artista visual Fabiano Devide. Em seus trabalhos – pinturas, desenhos, objetos, instalações, performance – o artista constrói metáforas com personagens vazios presos nesses espaços anódinos e frios. Os cinzas e negros dos não-lugares, porém, apresentam frestas através das quais a cor azul e a poesia apontam para possíveis rotas de fuga, rumo a lugares de plenitude.

A curadoria é do artista visual e escritor Jozias Benedicto.

O conceito de “não-lugares”, proposto pelo antropólogo francês Marc Augé, a partir do qual Devide desenvolve sua poética, trata de espaços de passagem, territórios do efêmero, da impessoalidade e da solidão, marcas do mundo contemporâneo.

Natural de Florianópolis, Santa Catarina (1974), Fabiano Devide é artista visual e professor adjunto da Universidade Federal Fluminense. Reside e mantém ateliê no Rio de Janeiro. Possui formação artística na Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV-RJ) desde 2009. O artista recebeu orientações de João Magalhães, Charles Watson, Pedro França, Ivair Reinaldim, Daniel Senise, Suzana Queiroga, Paulo Sérgio Duarte, Luiz Ernesto, Bruno Miguel, entre outros. Participou do Grupo de Estudos Ivair Reinaldim e mantém o site www.fabianodevide.blogspot.com desde 2010, onde escreve sobre arte contemporânea e o próprio processo criativo. Entre exposições individuais, coletivas e salões de arte contemporânea, expôs nos estados do Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Goiás e Pará. Atualmente, é representado pela plataforma ‘AURA Curadoria Contemporânea’, de Porto Alegre.

O Canto da Carambola é uma casa de época que funciona como espaço cultural e hospedaria no estilo cama & café. A casa tem 3 quartos de hóspedes, uma pequena galeria de arte e o pitoresco Teatro Experimental Mangueira com teto de vidro e palco cortado por uma mangueira centenária. Faz 4 anos que a casa abre as portas para a realização de atividades culturais, que incluem, entre outros, exposições de arte contemporânea e pequenos festivais de teatro e música.

Compartilhar: