Dédé Ribeiro | Galeria Recorte

A exposição ‘Diagnóstico por Colagem’ apresenta série de 20 desenhos e colagens sobre papel que vem sendo produzidas neste último ano pela artista. A Galeria Recorte é único espaço do Brasil dedicado exclusivamente à exibição de obras de arte feitas com técnicas de colagens.

A história por trás dessa exposição foi inspirada na vida real: em maio de 2017, depois de desmaios em voos e algumas complicações de saúde, Dedé fez uma bateria de exames clínicos. Foi quando pensou em usar os exames como suporte para as colagens e as possibilidades de expansão da mente como conteúdo para suas futuras criações. “Minhas obras às vezes me lembram das peças de teatro que escrevo. Colo no papel personagens que estão vendo algo, sentindo algo, passando por uma experiência reflexiva”, afirma.

Para provocar reflexões também no público, Dedé nomeou cada obra com uma pergunta. “Não interfiro na forma que um diretor dá para um texto teatral meu e adoro me surpreender com sua leitura. O mesmo acontece com o trabalho de arte: quero que o observador crie sua história. A pergunta (nome da obra) pode dar pistas do que aquilo representa para mim, mas quero, na verdade, saber o que representa para quem vê”, afirma. “Não quero apenas deixar o observador livre e sim saber que conexões ele faz”, complementa.

A mostra, que já foi exibida em Porto Alegre, com a curadoria de Francisco Ribeiro, agora conta com outras obras inéditas que completam a série dos diagnósticos.

Compartilhar: