Cristina Ataíde | Galeria Virgilio

© Divulgação

Até ao abraço, por Cristina Ataíde

Em outra sala exposição da Galeria Virgílio estarão reunidas obras da portuguesa Cristina Ataíde. Como grande parte de sua produção, as pequenas esculturas e desenhos exibidos no local foram produzidas durante uma viagem. “Os trabalhos refletem o afeto e a proximidade que experimento ao atravessar o Oceano e me sentir enleada com as pessoas e paisagens que toco e percorro, que tento compreender, viver e incorporar. Estas peças vão conviver e abraçar o espaço e fazer reviver as emoções que senti”, explica. Em 2012, depois de percorrer a Serra do Mar, totalmente imersa na Mata Atlântica, ela criou obras que revelam montanhas, rios e cidades. O nome da exposição Até o abraço, é um trecho de uma frase escrita pelo poeta alemão Novalis.

Compartilhar: