Chiara Banfi | Silvia Cintra + Box4

Aquele Disco é o título da quarta individual que a artista Chiara Banfi apresenta na galeria. A mostra, como toda a obra da artista, explora as relações
entre memória, música, som e natureza. Desta vez, a pesquisa se baseia nas capas dos discos de vinil e a relação afetiva que elas acabam criando com o
público ao longo do tempo.

A série Capas, formada por cinco trabalhos, consiste em três tipos de capas que são comuns na indústria da música. A capa simples, que se resume apenas a
capa e contracapa, a capa dupla que tem também duas outras capas internas e a tripla, com mais quatro espaços para se trabalhar a imagem. Este trabalho de
Chiara trata justamente desse processo industrial antes da capa virar capa. A escolha da imagem, o conjunto dessas imagens e a criação do objeto final.

Todas as imagens são de plantas, encontradas aleatoriamente na natureza. A partir delas, a artista manipula a geometria natural do desenho dos veios, das marcas e das cores e propõe uma nova leitura dessa imagem enquanto capa de disco, restrita a um espaço de 31x31cm. A capa vira o sujeito do disco e não mais o artista ou a gravadora.
Faz parte ainda da exposição a série Aquele Disco. São frottages de giz de cera branco sobre papel de algodão preto, onde em cada folha temos um disco,
sua capa e o seu envelope. Esses desenhos “congelam” para sempre a memória de um disco, a lembrança de uma época ou de uma canção.

Compartilhar: