Artistas de Taubaté | Museu de Arte Sacra de São Paulo

O Museu de Arte Sacra de São Paulo – MAS-SP exibe “Artistas de Taubaté”, com obras de Clodomiro Amazonas, Francisco Leopoldo e Silva, Georgina de Albuquerque e Monteiro Lobato, sob curadoria de Ruth Sprung Tarasantchi. A exposição é composta por 80 pinturas em técnicas variadas – aquarela, óleo sobre tela, entre outras – e esculturas, as quais são pouco conhecidas e representam a produção mais significativa desta leva de artistas conterrâneos, nascidos entre 1879 e 1885.

“Gênios, grandes artistas, surgem de tempos em tempos. De uma só vez, vários numa só década, no entanto, praticamente nunca surgiram. Em Taubaté, entretanto, aconteceu”, comenta José Oswaldo de Paula Santos, presidente do Conselho do MAS-SP. Nesta mostra inédita, quatro personalidades ímpares da arte brasileira se unem: Clodomiro Amazonas, paisagista e autor de telas com tema bucólico que retratam ipês e flamboyants; esculturas de Francisco Leopoldo e Silva complementam a exposição; Georgina de Albuquerque e suas obras impressionistas, em retratos e imagens rurais; e por fim, Monteiro Lobato, um dos maiores expoentes da literatura brasileira de todos os tempos, nos surpreende com telas em aquarela, raros trabalhos cuidadosamente garimpados para a nova mostra do MAS-SP.

“Artistas de Taubaté” expõe peças delicadas e raras, tornando acessível ao visitante uma produção pouco conhecida e de grande importância para a arte nacional, destes quatro artistas conterrâneos e de uma mesma geração. Como conclui Ruth Sprung Tarasantchi: “Agora, esta que é uma das principais cidades do Vale do Paraíba, com importante papel na evolução econômica do país, tem a satisfação de homenagear esses pintores que a elevaram também no panorama da cultura brasileira, com a exposição ‘Artistas de Taubaté’”.

Compartilhar: